Image

Novo Honda Civic terá visual mais conservador e corre o risco de não chegar ao Brasil

18

nov
2020

A décima primeira geração do Honda Civic começou a ser revelada pelo conceito que antecipa muito do que será o carro de produção. Apesar dos detalhes que tentam passar alguma esportividade, o novo Civic terá um visual mais conservador que o modelo atual.

O desenho é bastante parecido com o do irmão maior Accord, mas também remete a carros de outras marcas. A dianteira até possui traços de outros modelos da Honda, mas a maior mudança está na traseira. Por esse ângulo, o novo Civic chega a lembrar um Volkswagen Jetta, por exemplo.

O interior foi mostrado em um desenho, que revela uma cabine mais sóbria e minimalista. O volante é o mesmo do Accord, enquanto o painel possui poucos botões e saídas do ar-condicionado inteiriças, atravessando horizontalmente toda a peça. A central multimídia passa a ter tela de 9 polegadas do tipo flutuante, no topo do painel, como no arquirrival Toyota Corolla.

A Honda confirmou que o novo Civic será fabricado nos Estados Unidos no ano que vem, para estrear por lá como linha 2022. Se a marca mantiver a estratégia das gerações anteriores, o sedã levará, no máximo, um ano para ser lançado no Brasil.

No entanto, a economia afetada pela pandemia, a desvalorização do real perante o dólar, além da queda nas vendas de sedãs em razão do crescimento dos SUVs, podem comprometer a produção nacional do Civic.

Fotos: Divulgação

Sobre o autor

Editor. Começou a trabalhar no Carsale em 2012, mas gosta e acompanha o universo automotivo desde que se conhece por gente. Prefere carros compactos e práticos, mas se diverte da mesma forma quando avalia um utilitário no fora-de-estrada ou acelera um superesportivo num autódromo.