Image

Quais são os 5 principais concorrentes do novo Nissan Versa

30

out
2020

Lançado na última quarta-feira (28), o novo Nissan Versa apostará numa ousada estratégia para brigar pelas primeiras posições da categoria: tentar seduzir os clientes de Toyota Yaris Sedan e Volkswagen Virtus, considerados pela própria Nissan como os principais concorrentes do sedã mexicano.

Na lista abaixo, mostramos o que o novo Versa e os seus rivais oferecem ao consumidor:

1 – Toyota Yaris Sedan

O sedã fabricado em Sorocaba (SP) também possui uma configuração de entrada com câmbio manual, enquanto as demais são equipadas com uma transmissão automática tipo CVT. O único motor disponível é o 1.5 flex aspirado de 110 cv de potência.

Enquanto o Versa traz seis airbags de série em todas as versões, o Yaris Sedan conta apenas com as obrigatórias bolsas infláveis frontais. Somente a versão topo de linha do Toyota possui airbags laterais, de cortina e para os joelhos do motorista (este indisponível no Nissan).

Ambos são dotados de controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, câmera de ré e Isofix. Entretanto, somente o Versa possui sensor de ponto cego e frenagem autônoma de emergência em sua versão mais completa. O diferencial do Yaris topo de linha é o teto solar elétrico de série.

Os preços do Yaris Sedan partem de R$ 69.990, na versão Live manual, e chegam a R$ 93.790, no caso da variante XLS Connect CVT.

2 – Volkswagen Virtus

O Virtus é fabricado em São Bernardo do Campo (SP) a partir da moderna plataforma modular MQB (que também serve de base ao SUV T-Cross e ao crossover Nivus, entre outros modelos do Grupo Volkswagen).

Em sua versão de entrada, o sedã é equipado com o motor 1.6 flex aspirado de até 117 cv, podendo receber um câmbio manual de cinco marchas (R$ 74.950) ou automático com conversor de torque de seis velocidades (R$ 80.850).

Nas versões Comfortline (R$ 84.850) e Highline (R$ 98.850), o Virtus passa a ser equipado com o motor 1.0 turbo flex de até 128 cv. Há ainda a variante esportiva GTS (R$ 113.650), que leva sob o capô o 1.4 turbo flex de 150 cv. Essas motorizações estão disponíveis apenas com câmbio automático.

O Virtus é o único modelo do segmento que pode receber, como opcional, um sofisticado painel de instrumentos totalmente digital integrado à central multimídia.

Em termos de segurança, ele conta com os controles de estabilidade e tração, mas possui somente os airbags frontais e laterais (dois a menos que o Versa).

3 – Honda City

Embora a Nissan aponte o Yaris Sedan e o Virtus como os principais concorrentes do novo Versa, não podemos ignorar o veterano Honda City. No mercado há mais de uma década, o Honda se vale do bom espaço interno, da confiabilidade mecânica e da boa reputação que os carros japoneses têm perante o consumidor brasileiro.

Assim como o Yaris Sedan, ele é equipado com motor 1.5 flex aspirado (até 116 cv de potência) e câmbio automático CVT. A sua versão de entrada, a DX (R$ 65.800), também possui transmissão manual.

Em termos de segurança, o City só recebe os airbags laterais a partir da versão EX (R$ 84.200), enquanto as bolsas infláveis do tipo cortina só estão presentes na configuração topo de linha EXL (R$ 90 mil). Outro pênalti do Honda é não contar com os controles de estabilidade e tração nem como opcional.

4 – Chevrolet Onix Plus

O líder do segmento também não poderia deixar de ser citado. O Onix Plus é o único a ter uma configuração de entrada equipada com motor 1.0 aspirado de 82 cv (R$ 64.190).

As demais versões – as que realmente competem com o Versa – são todas movidas pelo ágil 1.0 turbo de 116 cv, que pode ser combinado a um câmbio manual ou automático, ambos de seis marchas.

A exemplo do Versa, todas as variantes do Onix Plus são equipadas de série com seis airbags e controles de estabilidade e tração.

Na versão topo de linha Premier II (R$ 85.490), o Chevrolet traz conveniências indisponíveis nos concorrentes, como carregador de celular por indução e assistente de estacionamento automático.

5 – Hyundai HB20S

Para terminar, outro sedã renovado recentemente, o HB20S é o que tem a maior oferta de motorizações. São duas opções aspiradas (1.0 de 80 cv e 1.6 de 130 cv) e uma turbinada (1.0 de 120 cv). A partir da versão Vision 1.6, ele já pode receber o câmbio automático de seis marchas.

Os airbags laterais estão disponíveis somente a partir da configuração Evolution Pack 1.0 turbo automática (R$ 77.090), porém, os controles de estabilidade e tração já são adicionados na Evolution 1.0 manual (R$ 61.590).

Em sua versão mais completa, a Diamond Plus 1.0 turbo automática (R$ 81.590), o sedã também conta com a frenagem autônoma de emergência. Já o sistema que previne a mudança involuntária de faixa é exclusivo do Hyundai no segmento.

Porta-malas
O tamanho do porta-malas é bastante considerado pelo consumidor na hora de comprar um sedã. Neste quesito, o Honda City garante a primeira posição com o seu compartimento de 563 litros de capacidade. Volkswagen Virtus (521 litros) e o novo Nissan Versa (482 litros) ficam com a segunda e terceira colocações, respectivamente. Hyundai HB20S (475 litros), Toyota Yaris Sedan (473 litros) e Chevrolet Onix Plus (469 litros) fecham o ranking.

Fotos: Divulgação e Guilherme Silva

Sobre o autor

Editor. Começou a trabalhar no Carsale em 2012, mas gosta e acompanha o universo automotivo desde que se conhece por gente. Prefere carros compactos e práticos, mas se diverte da mesma forma quando avalia um utilitário no fora-de-estrada ou acelera um superesportivo num autódromo.