Image

Novo Jeep de 7 lugares, que chega em 2021, não será um Compass alongado

07

out
2020

Além dos motores turbo e do crossover compacto derivado do Fiat Argo, a FCA trabalha no lançamento de novidades da Jeep para 2021. A primeira delas será o SUV de 7 lugares, confirmado para estrear no segundo semestre do ano que vem.

Diferentemente do que a própria imprensa especializada afirmava, o modelo não será uma versão esticada do Compass. Segundo Ricardo Dilser, assessor técnico da FCA, o novo SUV será feito em Pernambuco a partir de uma plataforma própria.

“Não tem nada de Compass ou Grand Compass. Esse SUV terá alguns elementos da plataforma Small Wide (a mesma de Renegade, Compass e Fiat Toro), mas será um modelo totalmente novo”. Dilser completou dizendo que “esse será o SUV mais moderno já desenvolvido e produzido na América Latina. Ele será mais próximo do Grand Cherokee que do Compass”.

Protótipo do novo Jeep em testes em Pernambuco (Foto: Paulo Sampaio via @carangospb)

Detalhes do SUV de 7 lugares ainda não foram divulgados, mas a própria Jeep confirmou que a novidade terá motorizações turbo, provavelmente a inédita 1.3 flex com câmbio automático CVT, além da 2.0 a diesel com transmissão automática de 9 marchas e tração 4×4 já usada nos outros modelos da marca.

Também confirmados para a segunda metade de 2021, os Renegade e Compass híbridos serão equipados com o motor 1.3 turbo e um propulsor elétrico, que geram potência combinada de 240 cv.

SUV DE LUXO E PICAPE DO WRANGLER PODERÃO SER VENDIDOS NO BRASIL
Além do SUV de 7 lugares, a Jeep confirmou que estuda a comercialização de modelos importados no Brasil. De acordo com Alexandre Aquino, gerente de produto da marca, estão em estudo a importação do luxuoso SUV Grand Wagoneer e da picape Gladiator, baseada no Wrangler.

“O Grand Wagoneer está em estudo, mas o consideramos muito grande para o padrão brasileiro. Além disso, há as questões relacionadas ao preço, que sofre influência do dólar”.

“Já a Gladiator tem a questão da alta demanda nos Estados Unidos e em outros mercados. A nossa fábrica tem capacidade de produção de 100 mil unidades por ano, mas os pedidos já superam as 140 mil unidades. Ainda não tem um prazo para trazer esse modelo ao Brasil”, explicou o executivo.

Aquino ainda descartou a possibilidade de a Jeep lançar um SUV menor que o Renegade, uma vez que “esse SUV teria de ter atender alguns requisitos da marca em relação ao nível de acabamento e conforto, o que comprometeria a sua competitividade em termos de preço”.

MOTORES TURBO
Ricardo Dilser também adiantou que “a produção dos motores turbo em Betim (MG) estão a todo vapor”. Os propulsores serão lançados no final do ano em protótipos para testes de durabilidade e qualificação de combustível. A estreia em modelos de produção deverá acontecer somente em 2021.

Esses motores terão variantes de 1.0 e 1.3 litro e serão aplicados com a nomenclatura Firefly turbo nos modelos da Fiat,  enquanto na Jeep serão chamados de GSE turbo.

Novos motores turbo já estão sendo feitos em Betim (MG) (Foto: Guilherme Silva)

A FCA ainda não divulgou os números de potência e torque desses motores adaptados para rodar com etanol. Considerando as especificações da versão movida apenas a gasolina do Renegade europeu, o 1.0 turbo deverá render cerca de 130 cv, enquanto o 1.3 turbo poderá ser configurado para entregar entre 150 cv e 170 cv, dependendo da aplicação.

De concepção moderna, eles terão injeção direta bicombustível, turbocompressor com válvula de alívio variável, bloco de alumínio e sistema MultiAir com variador eletrônico de fase das válvulas de admissão. As unidades terão ainda coletor de escape integrado ao cabeçote (com quatro válvulas por cilindro ante duas dos Firefly aspirados), sistema de arrefecimento misto e bomba de óleo variável.

Sobre o autor

Editor. Começou a trabalhar no Carsale em 2012, mas gosta e acompanha o universo automotivo desde que se conhece por gente. Prefere carros compactos e práticos, mas se diverte da mesma forma quando avalia um utilitário no fora-de-estrada ou acelera um superesportivo num autódromo.