Image

Carros modernos ressuscitam nomes que fizeram sucesso no Brasil nos anos 90

20

jul
2020

Se no começo dos anos 2000 as fabricantes de automóveis se inspiraram na tendência retrô para criar carros com visual inspirado em modelos do passado, agora a onda é ressuscitar nomes que fizeram sucesso nas últimas décadas do século 20.

O novo Ford Bronco é o exemplo mais recente, uma vez que foi apresentado como uma releitura do jipe que vendeu bem nos Estados Unidos durante mais de 30 anos. Mas também há exemplos de carros que fizeram bastante sucesso no Brasil na década de 1990 (veja abaixo).

Chevrolet Monza

Antes de desembarcar no Brasil e fazer sucesso por aqui durante quase duas décadas, o Chevrolet Monza foi baseado no Opel Ascona fabricado na Alemanha. Recentemente, a GM recorreu ao nome para batizar um modelo exclusivo para a China e que em praticamente nada lembra o saudoso sedã.

Volkswagen Santana

O Volkswagen Santana saiu de linha no Brasil em 2006, mas ainda faz sucesso na China. O sedã que conhecemos teve mais de 3 milhões de unidades vendidas no país asiático entre 1985 e 2012, até ser substituído por um modelo mais moderno que manteve o seu nome. O Santana chinês usa a mesma plataforma do nosso Voyage e tem até versão hatch.

Ford Escort

O Escort foi lançado na Europa na década de 1960, mas só chegou ao Brasil em meados dos anos 1980. Por aqui, o hatch foi objeto de desejo com a versão esportiva XR3 até sair de linha em 1999 com a chegada da primeira geração do Focus. Já o Escort atual é um sedã exclusivo para o mercado chinês para ocupar a lacuna entre o Fiesta Sedan e o Focus Sedan.

Fiat Tipo

O sucessor do Bravo na Europa retornou à vida em variantes hatch, sedã e perua. Infelizmente o novo Tipo não é comercializado no Brasil, mas a Fiat da Argentina chegou a importar a versão três-volumes, equipada com o motor 1.6 e.TorQ fabricado em Campo Largo (PR).

Chevrolet Blazer

Bem antes de os SUVs caírem de vez no gosto do público, a GM lançou em meados da década de 1990 o utilitário esportivo baseado na primeira geração da picape S10. Montado na configuração de carroceria sobre chassi, o Blazer foi bem aceito por ser robusto e oferecer versões turbodiesel com tração 4×4, além da luxuosa Exclusive equipada com o potente (para a época) Vortec 4.3 V6 a gasolina de 180 cv. Com vocação mais urbana, o novo Blazer fabricado nos Unidos usa estrutura monobloco e chama a atenção pelo visual inspirado no Camaro.

Mitsubishi Eclipse

Do cupê japonês que fez sucesso por aqui – principalmente como meio de transporte de artistas e jogadores de futebol – só restou o nome. A Mitsubishi ressuscitou o nome em 2017 para batizar o SUV Eclipse Cross, provocando a ira dos fãs mais saudosistas.

Land Rover Defender

A nova geração do jipe acaba de ser lançada no Brasil totalmente atualizada. A moderna estrutura monobloco feita de alumínio e aço substitui a carroceria de alumínio aeronáutico montada sobre chassi de longarinas. Dos outros modelos da marca, o Defender herda as tecnologias de segurança e condução no fora-de-estrada, equipamentos de conforto e conveniência, além das motorizações. Nas versões vendidas no Brasil, o jipe é equipado com um 2.0 turbo de quatro cilindros a gasolina de 300 cv de potência. Na Europa há opções a diesel e até híbrida leve.

Fotos: Divulgação

Sobre o autor

Editor. Começou a trabalhar no Carsale em 2012, mas gosta e acompanha o universo automotivo desde que se conhece por gente. Prefere carros compactos e práticos, mas se diverte da mesma forma quando avalia um utilitário no fora-de-estrada ou acelera um superesportivo num autódromo.