Image

Hyundai Verna: “primo” indiano mostra como o nosso HB20S poderia ter ficado

25

mai
2020

A Hyundai apresentou na Índia a linha 2020 do Verna. O sedã compacto vendido em alguns mercados da Ásia e na Rússia foi reestilizado com elementos da atual identidade visual da marca na Europa.

Fabricado a partir da plataforma usada no HB20S, o Verna tem um desenho mais atraente que o do carro brasileiro. A dianteira, com grade avantajada e faróis angulosos, remete ao i20 europeu.

A traseira é elegante e segue um visual mais genérico, com lanternas horizontais invadindo a tampa do porta-malas. A grade frontal e o para-choque traseiro mudam de acordo com a versão. As variantes com motorização turbo podem receber ponteira dupla de escape.

A cabine é a parte que mais lembra o nosso HB20S, compartilhando diversas peças, como maçanetas internas, alavancas de comando de luzes e limpadores de para-brisa e alavanca de câmbio.

O acabamento também varia conforme a versão. Interior predominante preto com detalhes em vermelho remetem à esportividade na configuração topo de linha SX 1.0 turbo. As demais adotam um padrão bicolor para passar um ar mais sofisticado.

Além do visual retocado, as atualizações adicionaram ao sedã novos equipamentos, como faróis de LED, novas rodas de 16 polegadas, painel digital, central multimídia com tela tátil flutuante de 8 polegadas e paddle shifters para trocas de marchas no volante.

O Verna 2020 é oferecido em duas motorizações a gasolina. A de entrada é uma 1.5 aspirada de quatro cilindros, que entrega 115 cv de potência e 14,6 kgfm de torque. Esse propulsor pode ser combinado a um câmbio manual de seis marchas (consumo médio declarado de 17,7 km/l) ou a uma caixa automática CVT (18,4 km/l).

O 1.0 turbo de três cilindros (o mesmo do HB20), oferecido apenas na versão topo de linha SX, rende 120 cv e 18 kgfm, sempre com uma transmissão automatizada de dupla embreagem e sete velocidades. Nesse caso, o consumo informado é de 19,2 km/l.

A versão intermediária S+ e a topo SX também podem ser configuradas com o motor 1.5 turbodiesel de 115 cv e 25,5 kgfm. Segundo a Hyundai, essa unidade faz impressionantes 25 km/l quando atrelada ao câmbio manual de seis marchas ou 21,3 km/l com a transmissão automática com conversor de torque, também de seis velocidades.

O Hyundai Verna tem preço inicial que equivale a R$ 65.165, em conversão simples na cotação atual (versão S 1.5 manual). A configuração mais cara (SX 1.0 turbo automatizada) custa cerca de R$ 105.730.

Fotos: Divulgação

Sobre o autor

Editor. Começou a trabalhar no Carsale em 2012, mas gosta e acompanha o universo automotivo desde que se conhece por gente. Prefere carros compactos e práticos, mas se diverte da mesma forma quando avalia um utilitário no fora-de-estrada ou acelera um superesportivo num autódromo.