Image

Fiat Punto ressuscitará na Europa com plataforma do novo Corsa

25

mai
2020

Em 2019, a Fiat registrou na Europa um prejuízo de US$ 61 milhões somente no primeiro trimestre. A linha de modelos ultrapassados e a associação da marca a carros pequenos, são alguns dos motivos que afastaram consumidores nos últimos anos.

Investir em SUVs e num hatch compacto para ocupar a lacuna deixada pelo Punto são algumas das estratégias que a Fiat pretende colocar em prática para aumentar as suas vendas e voltar a ser lucrativa no mercado europeu.

Com a fusão da FCA (Fiat Chrysler Automóveis) com a PSA (dona das francesas Citroën e Peugeot, além da alemã Opel) em andamento, a criação de um sucessor do Punto baseado na plataforma modular CMP voltou à pauta.

Olivier François, diretor executivo global da Fiat, disse ao site da revista britânica Auto Express que o desenvolvimento do novo Punto foi retomado após alguns adiamentos. O executivo não deu detalhes sobre o carro, mas confirmou que “[a Fiat] com certeza terá um compacto do segmento B”.

Na Europa, o segmento B engloba hatches como Ford Fiesta, Peugeot 208, Opel/Vauxhall Corsa e Volkswagen Polo, entre outros.

O uso da plataforma CMP, compartilhada com os novos Peugeot 208 e Opel Corsa, até permitirá à Fiat criar uma versão elétrica do Punto. No entanto, ainda é muito cedo afirmar se o hatch terá posicionamento parecido com o dos “primos” da PSA ou se terá uma proposta de carro mais barato.

Nova geração do Opel Corsa compartilha a plataforma com o novo Peugeot 208

O Punto era o carro mais vendido da Fiat na Europa, mas já não acompanhava a evolução dos concorrentes, a ponto de passar vexame nos testes de impacto da Euro NCAP devido ao projeto envelhecido. O hatch saiu de linha em agosto de 2018 após um ciclo de 25 anos, dividido em três gerações.

A Fiat bem que tentou emplacar o novo Tipo, mas este tem porte de hatch médio e até agora não conseguiu chegar perto dos números de venda do veterano. No Brasil, o Punto foi substituído pelo Argo, em 2017.

+ Confirmado na Argentina, Fiat Tipo europeu seria o substituto ideal para o Linea no Brasil

Já o Tipo, hatch que deveria assumir o papel do Punto na Europa com versões mais baratas, tem tudo para virar um crossover na próxima geração. De acordo com François, o modelo “deve migrar para um segmento mais relevante, que é o de SUV”.

Fotos: Divulgação

Sobre o autor

Editor. Começou a trabalhar no Carsale em 2012, mas gosta e acompanha o universo automotivo desde que se conhece por gente. Prefere carros compactos e práticos, mas se diverte da mesma forma quando avalia um utilitário no fora-de-estrada ou acelera um superesportivo num autódromo.