Image

Todos os carros da Volvo passam a ter velocidade máxima limitada em 180 km/h

20

mai
2020

A Volvo cumpriu a promessa feita no ano passado e passa a limitar em 180 km/h a velocidade máxima de todos os seus carros novos. Segundo a marca sueca, o objetivo da medida é contribuir na redução de acidentes de trânsito.

A empresa ainda aplicou nos novos modelos a tecnologia Care Key, que permite aos proprietários definir um limite adicional à velocidade máxima do veículo, por exemplo, antes de emprestá-lo a outro condutor menos experiente.

Um comunicado enviado pela Volvo à imprensa estrangeira diz que, juntas, essas medidas “mandam uma forte mensagem sobre os perigos do excesso de velocidade, enfatizando a posição da Volvo Cars como a [fabricante de carros] líder mundial em segurança”.

No ano passado, a decisão da Volvo chegou a ser questionada. Um dos argumentos era que a medida da marca privaria os motoristas alemães de aproveitarem a experiência de dirigir sem limite de velocidade nos trechos delimitados das Autobahnen.

+ MIRANDO SEDÃS ALEMÃES, NOVO VOLVO S60 É ELEGANTE E ATÉ DIRIGE SOZINHO

Os suecos apenas disseram que “[a Volvo] acredita na obrigação de manter a tradição de ser pioneira na discussão sobre os direitos e obrigações das fabricantes de tomarem medidas que podem salvar vidas, mesmo que isso leve a perder clientes em potencial”.

Outro argumento da Volvo é o fato de a maioria dos países ter limites de velocidade bem abaixo de 180 km/h, mas “a velocidade continua onipresente e é um dos principais motivos de mortes no trânsito”.

A marca também usa como exemplo o grande número de multas por excesso de velocidade registradas anualmente em todo o mundo. A fabricante cita pesquisas que mostram que “as pessoas têm um entendimento fraco a respeito dos perigos relacionados à velocidade”.

Outro ponto destacado pela Volvo é que as tecnologias de segurança e auxílio de condução dos carros mais modernos não são suficientes para evitar ferimentos graves em caso de acidentes.

Tags

Sobre o autor

Editor. Começou a trabalhar no Carsale em 2012, mas gosta e acompanha o universo automotivo desde que se conhece por gente. Prefere carros compactos e práticos, mas se diverte da mesma forma quando avalia um utilitário no fora-de-estrada ou acelera um superesportivo num autódromo.