Image

Fiat Mobi fica R$ 1 mil mais caro e Renault Kwid volta a ser o carro mais barato do Brasil

19

mai
2020

Após a Caoa-Chery encerrar a produção nacional do QQ em novembro, Fiat Mobi e Renault Kwid vêm se alternando no posto de carro zero quilômetro mais barato do Brasil – nos últimos meses, ambos eram vendidos pelos mesmos R$ 34.990.

Com o reajuste de preços da Fiat em maio, o Mobi Easy ficou R$ 1 mil mais caro, passando a custar R$ 35.990. O Kwid Life, por ora, manteve o preço antigo.

Mas esse valor só vale para o Fiat Mobi Life na cor preto sólido. As tonalidades sólidas branco Banchisa e vermelho Monte Carlo custam R$ 750 extras, enquanto a pintura metálica prata Bari acrescenta mais R$ 1.550 ao valor do carro.

Além da versão Easy, o Mobi também é oferecido na configuração Like (R$ 42.690). As variantes Comfort, Drive e Way foram descontinuadas em abril com a chegada da linha 2020 do compacto.

Fiat Mobi Easy agora parte de R$ 35.990 com pintura preta sólida

COMPARATIVOS:
+ MAIS BARATO DO BRASIL, CHERY QQ ENCARA FIAT MOBI À ESPERA DO RENAULT KWID
+ RENAULT KWID LIFE ENFRENTA FIAT MOBI LIKE ABAIXO DOS R$ 40 MIL

Mesmo custando R$ 1 mil a menos que o Mobi, o Kwid Life já sai de fábrica com quatro airbags ante as duas bolsas infláveis obrigatórias do Fiat. O pacote básico ainda conta com ar quente, desembaçador do vidro traseiro, ajuste de altura dos cintos de segurança dianteiros, preparação para rádio e indicador luminoso de troca de marcha.

No Mobi Easy, esses itens são vendidos no pacote Funcional (R$ 2.280), que também adiciona vidros dianteiros e travas com acionamento elétrico, além de limpador e desembaçador do vidro traseiro. Somente o ar quente e o desembaçador traseiro saem por R$ 700.

O Kwid Life não possui opcionais, cobrando à parte apenas as pinturas metálicas laranja Ocre, prata Étoile, preto Nacré e vermelho Fogo, além da sólida branco Marfim (R$ 1.450 cada). Quem quiser agregar direção elétrica, ar-condicionado e vidros dianteiros e travas com acionamento elétrico terá de optar pela versão Zen de R$ 42.190.

Além dessas configurações, o Kwid também é vendido nas variantes Intense (R$ 44.990) e Outsider (R$ 46.990).

Todas as versões do Kwid são equipadas com o motor SCe 1.0 de três cilindros, que rende até 70 cv de potência e 9,8 kgfm de torque quando abastecido com etanol. A transmissão é manual de cinco marchas.

O quatro-cilindros Fire 1.0 do Mobi rende até 75 cv e 9,9 kgfm, também atrelado a uma caixa manual de cinco velocidades.

Sobre o autor

Editor. Começou a trabalhar no Carsale em 2012, mas gosta e acompanha o universo automotivo desde que se conhece por gente. Prefere carros compactos e práticos, mas se diverte da mesma forma quando avalia um utilitário no fora-de-estrada ou acelera um superesportivo num autódromo.