Image

Nissan Kicks indiano ganha motor 1.3 turbo que vai equipar o Duster no Brasil em 2021

18

mai
2020

Reestilizado recentemente na Tailândia, o Nissan Kicks passou por mais uma atualização na Ásia, antecipando outra novidade que poderá ser incorporada ao modelo fabricado no Brasil.

Um pouco maior e mais pesado que a versão brasileira por usar a plataforma do antigo Renault Duster, o Kicks indiano passa a ser equipado com um motor mais condizente com o seu porte.

A Nissan equipou o SUV com um quatro-cilindros 1.3 turbo movido a gasolina, que entrega interessantes 156 cv de potência e 25,8 kgfm de torque. O propulsor está disponível no país asiático com a transmissão automática CVT X-tronic, mas há também a opção de uma caixa manual de seis marchas.

Desenvolvido pela parceria da Aliança Renault-Nissan com a Mercedes-Benz, esse motor está previsto para equipar os Renault Captur e Duster no Brasil em 2021 – por aqui ele já está disponível no novo Mercedes-Benz Classe A Sedan.

Fotos: Divulgação

Moderno, o propulsor de 1.332 cilindradas cúbicas é todo feito em alumínio e conta com injeção direta de combustível, comando de válvulas com variador de fase, sistema start-stop e regeneração de energia do alternador por meio das frenagens.

Os preços do Nissan Kicks com a nova motorização variam entre o equivalente a R$ 87.200 e R$ 102.300, em conversão direta na cotação atual.

A Nissan continua oferecendo por lá o 1.5 aspirado de 106 cv e 14,4 kgfm, além do 1.5 turbodiesel de 110 cv e 24,4 kgfm.

Ainda não há informações sobre a aplicação desse motor no Kicks fabricado em Resende (RJ), que será atualizado no ano que vem com o facelift apresentado na última semana na Tailândia.

Por enquanto, as expectativas estão concentradas na motorização híbrida formada por um motor 1.2 de três cilindros, combinada a um propulsor elétrico. Nesse caso, a potência e o torque combinados chegam a 129 cv e 26,5 kgfm.

Sobre o autor

Editor. Começou a trabalhar no Carsale em 2012, mas gosta e acompanha o universo automotivo desde que se conhece por gente. Prefere carros compactos e práticos, mas se diverte da mesma forma quando avalia um utilitário no fora-de-estrada ou acelera um superesportivo num autódromo.