Image

Renault Alaskan será produzida na Argentina no final do ano

15

mai
2020

A Renault confirmou que produzirá a picape média Alaskan na Argentina no final do ano mesmo com as incertezas que rondam a economia neste cenário de pandemia do coronavírus. Pablo Sibilla, presidente da marca no país vizinho, disse a jornalistas que a rede local de concessionárias já foi comunicada da decisão.

No entanto, o executivo não deu detalhes se a picape será lançada em outros países da América do Sul. O Brasil é o mais importante parceiro comercial da Argentina.

“O objetivo é chegar a um ritmo de produção em Santa Isabel de 40 mil picape por ano, contando os modelos da Nissan e Renault. É uma boa notícia que já comunicamos ao governo e que foi celebrada pelo presidente [da Argentina] Alberto Fernández. A Renault chega ao segmento [de picapes médias] para jogar forte e queremos estar entre os líderes”, disse Sibilla.

Embora o executivo tenha confirmado a comercialização da Alaskan inicialmente apenas na Argentina, existe a possibilidade de a picape ser vendida no mercado brasileiro. Com uma rede de concessionárias mais ampla que a da Nissan, a Renault não teria dificuldades para vendê-la por aqui.

Fotos: Divulgação

A Renault Alaskan é baseada na atual geração da Nissan Frontier, fabricada em Santa Isabel, na Argentina. Os modelos compartilham o chassi, carroceria e motorizações. As diferenças estão nos detalhes de acabamento e elementos estéticos, como grades, emblemas e a central multimídia.

O projeto chegou a originar a Mercedes-Benz Classe X, mas picape da marca alemã não chegou a ser feita na Argentina devido à crise econômica pela qual enfrenta o país. Além disso, Mercedes-Benz e Nissan não entraram em acordo sobre os custos de produção do modelo.

Assim como a Nissan Frontier, a Renault Alaskan será vendida na Argentina com as motorizações de 2.3 litros a diesel de 160 cv de potência (um turbo) e 190 cv (biturbo). As transmissões manual de seis velocidades e automática de sete marchas podem ser combinadas ao sistema de tração 4×4 com reduzida.

Sobre o autor

Editor. Começou a trabalhar no Carsale em 2012, mas gosta e acompanha o universo automotivo desde que se conhece por gente. Prefere carros compactos e práticos, mas se diverte da mesma forma quando avalia um utilitário no fora-de-estrada ou acelera um superesportivo num autódromo.