Image

Novo Audi R8 de R$ 1,2 milhão esgota no Brasil em uma semana

15

mai
2020

Lançado no Brasil há apenas uma semana, o Audi R8 reestilizado já está esgotado nas concessionárias – a marca não revela quantos carros foram vendidos por “questões estratégicas”. Disponível em versão única, o superesportivo parte de R$ 1.234.990.

As primeiras unidades serão entregues aos clientes em setembro. Já as novas encomendas chegarão aos compradores no começo de 2021.

Segundo Johannes Roscheck, CEO e Presidente da Audi do Brasil, “o sucesso na pré-venda do Audi R8 é uma demonstração clara da paixão dos consumidores brasileiros pelo mais icônico superesportivo da Audi. Além disso, as múltiplas possibilidades de personalização do produto, antes mesmo do veículo ser fabricado, proporcionaram aos nossos clientes uma experiência única e absolutamente exclusiva, tornando o processo de reserva ainda mais especial”.

De acordo com a marca, o catálogo da linha 2021 permite quase 1,6 milhão de combinações de personalização, sendo 29 opções de cores externas; cinco para os side blades, três para as saias laterais, spoiler dianteiro e molduras do difusor traseiro; quatro para os retrovisores; seis opções de rodas de 20 polegadas e logotipos em preto ou cromado.

Fotos: Divulgação

Já os acabamentos internos permitem diversas combinações. Só os bancos têm 18 opções de cores e revestimentos.

Apesar do visual retocado na dianteira, o Audi R8 manteve o conjunto mecânico compartilhado com o Lamborghini Huracán. O motor V10 de 5.2 litros entrega 610 cv de potência e 57,1 kgfm de torque, combinado à transmissão automatizada de sete marchas e dupla embreagem. A tração é integral.

Segundo a fabricante, o superesportivo faz de 0 a 100 km/h em 3,2 segundos e atinge os 330 km/h de velocidade máxima.

Entre os equipamentos de série do R8 estão faróis de laser, seletor de modos de condução, controle do ronco saído do escape, painel de instrumentos digital, central multimídia e sistema de som premium da grife Bang&Olufsen.

Sobre o autor

Editor. Começou a trabalhar no Carsale em 2012, mas gosta e acompanha o universo automotivo desde que se conhece por gente. Prefere carros compactos e práticos, mas se diverte da mesma forma quando avalia um utilitário no fora-de-estrada ou acelera um superesportivo num autódromo.