Image

Ford confirma o Territory no Brasil para o segundo semestre mesmo com dólar alto e coronavírus

13

mai
2020

Cotado para estrear no Brasil no primeiro semestre, o Ford Territory será lançado por aqui na segunda metade do ano, em data a ser definida, segundo confirmação da assessoria de imprensa da marca à reportagem do Carsale.

A informação também foi confirmada por Rogelio Golfarb, vice-presidente da Ford América do Sul, em entrevista por videoconferência ao site Automotive Business. De acordo com o executivo, a programação de lançamentos para 2020 foi mantida mesmo com a alta do dólar e a pandemia do coronavírus.

Apostando em tecnologia e conectividade, o Territory será importado da China para competir na categoria de SUVs médios, dominada pelo Jeep Compass.

Baseado no JMC Yusheng S330, SUV desenvolvido pela parceria da Ford com a chinesa Jiangling Motors para mercados emergentes, o Territory tem chances de ser fabricado também na Argentina, onde atualmente a marca só produz a picape Ranger.

Fotos: Divulgação

Medindo 4,58 metros de comprimento por 1,93 m de largura, 1,67 m de altura e 2,71 m de distância entre-eixos (o porta-malas acomoda 420 litros), o Territory tem porte próximo ao de modelos como Chevrolet Equinox, Honda CR-V, Toyota RAV4 e Volkswagen Tiguan.

Na China, o Territory é equipado com o motor 1.5 turbo de quatro cilindros a gasolina, que entrega 145 cv de potência e 23 kgfm de torque. No Brasil, esses números podem ser incrementados com a tecnologia flex para rodar com etanol. A transmissão é automática de variação contínua (CVT).

Com uma proposta de conectividade e tecnologia, o Territory terá a central multimídia SYNC em tela de 10 polegadas, compatível com os sistemas Android Auto e Apple CarPlay, além de roteador de sinal de internet 4G sem fio para os ocupantes do veículo e carregador de celular por indução.

Na parte de segurança, estão previstos pelo menos seis airbags de série.

Na versão topo de linha Titanium mostrada recentemente pela Ford, o Territory terá o pacote de assistências de condução composto por alerta de colisão com frenagem automática de emergência, assistente de partida em rampa, detector de ponto cego, sistema de permanência em faixa, farol alto com facho alto automático, controle de cruzeiro adaptativo e sistema de estacionamento automático com câmeras de ré e 360 graus de visualização.

Com esse nível de equipamentos, o Territory deverá custar na faixa de R$ 130 mil e R$ 150 mil. Questionada pela reportagem do Carsale, a Ford disse que ainda não definiu os preços do SUV.

Sobre o autor

Editor. Começou a trabalhar no Carsale em 2012, mas gosta e acompanha o universo automotivo desde que se conhece por gente. Prefere carros compactos e práticos, mas se diverte da mesma forma quando avalia um utilitário no fora-de-estrada ou acelera um superesportivo num autódromo.