Image

Cotado para o Brasil, novo Honda Fit híbrido faz mais de 22 km/l

13

fev
2020

A nova geração do Honda Fit foi revelada no Japão em outubro do ano passado, mas só agora a marca japonesa divulgou as especificações do modelo, que será lançado na Europa (onde é chamado de Jazz) ainda no primeiro semestre apenas com motorização híbrida. A vinda do novo Fit ao Brasil ainda não está confirmada, mas ele deverá estrear por aqui até o ano que vem.

O conjunto motriz do novo Fit combina dois pequenos propulsores elétricos (um gerador de energia e outro para mover o veículo) ao motor 1.5 i-VTEC a gasolina. O sistema é alimentado por uma bateria de íons de lítio instalada sob o porta-malas.

A Honda não divulgou os números de potência de cada motor, mas informa que o conjunto entrega 109 cv de potência e 25,7 kgfm de torque combinados. O novo Fit híbrido é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 9,4 segundos e atingir a velocidade máxima de 174 km/h.

Já o consumo declarado é de 22,2 km/l (padrão do Reino Unido), com emissão de 102 gramas de dióxido de carbono por quilômetro rodado. Na versão aventureira Crosstar, a média cai para 20,8 km/l, enquanto as emissões chegam a 110 g/km.

O sistema híbrido permite escolher três modos de condução. No EV Drive, o carro funciona somente com a eletricidade armazenada na bateria, enquanto no Hybrid Drive o motor a combustão trabalha para gerar a energia que alimenta o gerador e o propulsor elétrico. Já o Engine Drive conecta o motor 1.5 diretamente à transmissão automática CVT para impulsionar o carro.

Visualmente, o Fit de quarta geração abandona o estilo repleto de vincos por linhas mais limpas e discretas. Os faróis maiores remetem vagamente ao conjunto óptico da primeira geração, enquanto as lanternas passam a ser horizontais com filamentos de LED e invadindo a tampa do porta-malas.

A cabine manteve o bom espaço para os passageiros, assim como a modularidade do banco traseiro – uma das características mais apreciadas pelos donos de Fit. O painel também ganhou aparência mais sóbria, com menos botões, instrumentos digitais e volante multifuncional com apenas dois raios. Como na segunda geração, o painel volta a ter porta-copos à frente das duas saídas de ar-condicionado das extremidades.

Entre os novos equipamentos, o novo Fit passa a ter carregador de celular por indução, freio de estacionamento elétrico, central multimídia com internet sem fio e o pacote de assistências de condução Honda Sensing, que engloba frenagem autônoma de emergência, detecção de pedestres e ciclistas e alertas de ponto cego e de manutenção em faixa, entre outros dispositivos de segurança.

O novo Fit será vendido no Japão em cinco versões, movidas apenas a combustão e híbridas.

Fotos: Divulgação

Sobre o autor

Editor. Começou a trabalhar no Carsale em 2012, mas gosta e acompanha o universo automotivo desde que se conhece por gente. Prefere carros compactos e práticos, mas se diverte da mesma forma quando avalia um utilitário no fora-de-estrada ou acelera um superesportivo num autódromo.