Image

Carro elétrico mais caro do Brasil: Mercedes-Benz EQC 400 chega por R$ 477.900

11

fev
2020

A Mercedes-Benz começa a vender no Brasil o SUV elétrico EQC 400 4Matic, o primeiro integrante da sua família de veículos eletrificados, que chega em junho por R$ 477.900, combinando o conforto dos luxuosos sedãs da marca com o desempenho dos esportivos da linha AMG sem emitir um grama de poluente. Por esse preço, ele tomará do Jaguar I-Pace (R$ 452.200) o posto de carro elétrico mais caro do Brasil.

Movido por dois motores elétricos (um em cada eixo), que geram 408 cv de potência e 76,5 kgfm de torque, o EQC 400 é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 5,1 segundos e atingir velocidade máxima de 180 km/h. Números surpreendentes para um carro de duas toneladas e meia.

Os propulsores funcionam de maneira independente, entregando tração 100% dianteira ou 100% traseira, de acordo com a demanda. Em situações que exigem mais aderência, como rodar sobre pisos escorregadios, por exemplo, os dois motores entram em ação simultaneamente, atuando como um sistema 4×4.

O conjunto de 84 baterias de íons de lítio 80 kWh fornece autonomia entre 445 km e 470 km, dependendo do uso. Um sistema de recarga rápida “abastece” 80% das baterias em apenas 40 minutos. Esse tempo sobe para sete horas e meia com o uso do Wallbox da marca em uma instalação de 220 Volts.

Imponente, o EQC 400 usa 70% da estrutura do SUV grande GLE, medindo 4,76 metros de comprimento, 1,88 m de largura, 1,62 m de altura e 2,87 m de distância entre-eixos. O porta-malas leva 500 litros de bagagem. O peso em ordem de marcha é de exatos 2.495 kg (650 kg são do conjunto de baterias).

Entre os principais equipamentos, o SUV conta com a central multimídia MBUX com comando por voz e duas telas de 10,25 polegadas, sendo uma delas para o painel de instrumentos.

O EQC 400 tem três anos de garantia, incluindo o carregador doméstico Wallbox, revisões e um ano de recargas gratuitas.

Fotos: Divulgação

Sobre o autor

Editor. Começou a trabalhar no Carsale em 2012, mas gosta e acompanha o universo automotivo desde que se conhece por gente. Prefere carros compactos e práticos, mas se diverte da mesma forma quando avalia um utilitário no fora-de-estrada ou acelera um superesportivo num autódromo.