Image

Lifan desmente Abeifa e diz que continua no Brasil

09

jan
2020

Dias depois de o presidente da Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores (Abeifa), José Luiz Gandini, dizer durante a primeira coletiva de imprensa da entidade em 2020 que a Lifan Motors teria encerrado as suas operações no Brasil, a marca chinesa desmentiu a afirmação em um comunicado publicado nas redes sociais.

De acordo com a empresa, “por decisão estratégica, a Lifan se desfiliou do quadro de associados da Abeifa. Isso não impede que seus veículos sejam comercializados normalmente. O atendimento de pós vendas aos proprietários de veículos Lifan também não sofreu nenhuma mudança, uma vez que todos continuam sendo assistidos pela rede de concessionárias e oficinas autorizadas, que segue em plena operação”.

Segundo concessionárias Lifan consultadas pelo Carsale, a rede vem trabalhando praticamente sem carros em estoque, apenas encomendando os SUVs X60 e X80. As atividades da fábrica da marca no Uruguai estão paralisadas desde o primeiro semestre de 2019.

Entretanto, a Lifan destaca no mesmo comunicado que assinou uma parceria de cooperação com a também chinesa Brilliance para fabricar veículos no Uruguai com o objetivo de abastecer o mercado sul-americano. A empresa diz que a unidade é “capaz de comportar a montagem de veículos para as duas marcas, diminuindo os custos de montagem e aumentando a competitividade destes novos veículos”.

A marca também justifica que ainda não importou os SUVs X70 e MyWay – prometidos para 2019 durante o Salão do Automóvel de São Paulo de 2018 – devido a alta do dólar e os impasses comerciais entre China e Estados Unidos. Segundo a Lifan, os dois modelos seguem nos planos para o Brasil.

No site da Lifan ainda são oferecidos os SUVs X60 (a partir de R$ 69.990) e X80 (R$ 132.777) e o sedã 530 (R$ 43.990).

Foto: Divulgação

Tags

Sobre o autor

Editor. Começou a trabalhar no Carsale em 2012, mas gosta e acompanha o universo automotivo desde que se conhece por gente. Prefere carros compactos e práticos, mas se diverte da mesma forma quando avalia um utilitário no fora-de-estrada ou acelera um superesportivo num autódromo.