Image

Volkswagen Amarok 2020 chega com discretas mudanças, mas sem o motor V6 mais potente

20

dez
2019

A Volkswagen Amarok 2020 chega às concessionárias com discretas mudanças visuais e de equipamentos de série. Apesar das novidades, e do reajuste de preços, a picape ainda não traz o motor 3.0 V6 turbodiesel atualizado para entregar mais potência, prestes a ser lançado na Argentina (veja abaixo os preços de todas as versões).

S 2.0 turbodiesel 140 cv MT6 4×4 – R$ 130.590 (sem alteração)
SE 2.0 biturbo diesel 180 cv AT8 4×4 – R$ 156.290 (sem alteração)
Comfortline 2.0 biturbo diesel 180 cv AT8 4×4 – R$ 177.980 (custava R$ 176.460)
Highline 2.0 biturbo diesel 180 cv AT8 4×4 – R$ 193.380 (custava R$ 191.860)
Highline 3.0 V6 turbodiesel 225 cv AT8 4×4 – R$ 199.280 (custava R$ 197.760)
Extreme 3.0 V6 turbodiesel 225 cv AT8 4×4 – R$ 210.280 (custava R$ 208.760)

A versão topo de linha Extreme V6 ganhou um defletor no para-choque dianteiro pintado na cor da carroceria e novas rodas de liga leve de 18 polegadas modelo Rawson. Já as Amarok Highline e Highline V6 podem receber o conjunto de 19” Milford (R$ 2.930).

Nas configurações Comfortline, Highline, Highline V6 e Extreme V6, o pacote do protetor de caçamba conta com dispositivo antifurto do estepe com cinco níveis de proteção: chave segredo exclusiva e inviolável, tubo de aço para a proteção do cabo de aço para movimentação da roda sobressalente e placa de proteção inferior para o suporte de fixação. Esses itens estão disponíveis como opcionais para a Amarok SE.

Um pacote opcional, incluindo capota marítima com trava em alumínio e cobertura por trilhos, mais estribos laterais, também pode ser adicionado às versões Comfortline e Highline. A capota é opcional na Extreme V6, que já conta com os estribos.

Todas as versões são equipadas de série com controles de estabilidade e tração, freios com ABS com função off-road e frenagem pós-colisão, engate removível e sistema de estabilização de reboque.

A motorização base da Amarok é a 2.0 turbodiesel de quatro cilindros, que entrega 140 cv de potência e 34,7 kgfm de torque, combinada a uma transmissão manual de seis marchas, disponível apenas na versão de entrada S cabine simples.

A partir da SE cabine dupla, a picape é equipada com o 2.0 biturbo a diesel de 180 cv e 42,8 kgfm. O 3.0 V6 turbodiesel de 225 cv e 56 kgfm é exclusivo das variantes Highline e Extreme. Os dois motores são conectados à caixa automática de oito velocidades.

Fotos: Divulgação

Sobre o autor

Editor. Começou a trabalhar no Carsale em 2012, mas gosta e acompanha o universo automotivo desde que se conhece por gente. Prefere carros compactos e práticos, mas se diverte da mesma forma quando avalia um utilitário no fora-de-estrada ou acelera um superesportivo num autódromo.