Image

Novo Chevrolet Onix causa boa impressão em primeiro contato

28

nov
2019

Semanas após anunciar o recall para a correção do software de gerenciamento do novo motor 1.0 turbo, que podia provocar incêndio em determinadas condições climáticas e de qualidade de combustível, a General Motors finalmente lança a segunda geração do Chevrolet Onix para tentar manter a liderança no mercado brasileiro.

Se no sedã Onix Plus a marca adota em uma estratégia focada em conforto e espaço interno, no hatch aposta em uma pegada mais esportiva proporcionada pela direção elétrica mais direta e amortecedores com calibração mais firme. Isso sem contar o bom conteúdo das versões e a nota máxima nos testes de impacto do Latin NCAP.

Para provar se o Onix é mesmo diferente do Onix Plus ao volante, testamos o hatch num trecho rodoviário de cerca de 50 quilômetros na região da fábrica de Gravataí (RS) e até o aceleramos no traçado do autódromo Velopark. Nesse primeiro contato, a GM disponibilizou apenas a versão topo de linha Premier II (R$ 72.990), equipada com o motor 1.0 turbo de três cilindros e câmbio automático de seis marchas.

O hatch é, de fato, mais dinâmico que o sedã. As suspensões mais firmes controlam melhor a inclinação da carroceria nas curvas e, junto com a direção mais precisa e o entre-eixos 5 centímetros mais curto, passam a sensação de o carro ser mais “na mão” que a variante três-volumes. Essa melhora na estabilidade direcional também é percebida ao atingir velocidades mais altas nos trechos de reta.

Esse rodar mais durinho do Onix também fica evidente ao passar sobre as irregularidades do asfalto, mas o hatch está longe de ser cansativo ou incômodo no uso diário como um legítimo carro esportivo. Mesmo com uma calibração pensada para uma condução mais esportiva, a direção, com 5% a mais de torque que o sistema do sedã, é leve em manobras.

O bom desempenho do motor 1.0 turbo, que entrega até 116 cv de potência e 16,8 kgfm de torque, incrementa o conjunto do Onix. No entanto, notamos que o carro testado tinha respostas ligeiramente mais lentas que o Onix Plus que avaliamos recentemente (veja o teste completo aqui). Embora o hatch seja apenas 1 kg mais pesado, a aerodinâmica mais favorável do sedã pode ter contribuído para essa impressão.

Sem dizer qual o combustível usado na medição, a GM informa que o Onix 1.0 turbo acelera de 0 a 100 km/h em 10,1 segundos tanto na versão com transmissão manual quanto na automática.

Já o consumo divulgado (dados do Inmetro) é de 15,1 km/l em rodovia e 11,9 km/l na cidade com gasolina. Abastecido com etanol, a marca é de 15,7 km/l e 12 km/l, respectivamente.

Se ao volante o Onix leva uma pequena vantagem em relação ao Onix Plus, em termos de espaço interno a história é outra. Por conta do entre-eixos 5 centímetros mais curto, o conforto para passageiros mais altos fica um pouco comprometido no banco traseiro. Os 194 litros a menos no porta-malas de 275 litros do hatch também farão falta na hora de acomodar a bagagem para uma viagem mais longa.

Porta-malas de 275 litros acomoda 5 litros a menos que o do antigo Onix

Fora esses detalhes, o novo Onix segue o exemplo do Onix Plus e traz de série seis airbags, controles de estabilidade e tração e assistente de partida em rampa. Com exceção da versão de entrada sem nome, equipada com motor 1.0 aspirado de 82 cv e câmbio manual de seis marchas, todas as configurações saem de fábrica com conexão sem fio com internet 4G.

A mensalidade do serviço da operadora Claro começa a ser cobrada após os três meses de degustação ou 3 GB (o que vender primeiro). Depois disso, o dono do veículo pode optar por pacotes de 2 GB (R$ 29,99 por mês), 5 GB (R$ 39,99), 10 GB (R$ 59,99) ou 20 GB (R$ 84,99).

Além da internet a bordo, o Onix também pode receber o serviço de concierge e rastreamento OnStar por R$ 89 mensais após os 90 dias gratuitos.

Se os casos de incêndio relatados com unidades do Onix Plus não tirarem a confiança dos consumidores, o Onix tem condições de manter a liderança do mercado e até mesmo “fisgar” clientes de Toyota Yaris e Volkswagen Polo com as versões mais equipadas.

VERSÕES E PREÇOS
Novo Onix 1.0 MT6 (R$ 48.490):
 direção elétrica; ar-condicionado; seis airbags (dois frontais, dois laterais e dois de cortina); controles de estabilidade e tração; assistente de partida em rampa; freios com ABS e EBD; cinto de segurança e encosto de cabeça para o terceiro passageiro traseiro; sistemas Isofix e Top Tether de fixação de cadeirinhas infantis; rodas de aço aro 15” com calotas; chave canivete; computador de bordo; controlador de velocidade; vidros elétricos nas quatro portas com função “um toque”; travas elétricas; rádio AM/FM/Bluetooth/MP3/WMA e entradas USB dianteira e para o banco traseiro.

Novo Onix LT 1.0 MT6 (R$ 51.590): pacote anterior, mais central multimídia MyLink 3 com tela LCD de 7”, integração com smartphones Android e Apple, rádio AM/FM/Bluetooth/USB;

Novo Onix LT I 1.0 MT6 (R$ 53.790): itens da LT II, chave presencial, faróis com acendimento automático, câmera de ré e carregador de celular sem fio.

Novo Onix LT II 1.0 MT6 (R$ 54.625): acrescenta conexão de internet sem fio e sistema OnStar de concierge e monitoramento.

Novo Onix LT III 1.0 MT6 (R$ 55.590): pacote LT II, mais faróis de neblina e rodas de liga leve de 15 polegadas.

Novo Onix 1.0 turbo AT6 (R$ 55.590): itens da 1.0 manual, motor turbo e câmbio automático de seis velocidades.

Novo Onix LT 1.0 turbo MT6 (R$ 57.590): itens da LT III, motor turbo, câmbio manual de seis marchas.

Novo Onix LT 1.0 turbo AT6 (R$ 62.890): acréscimo de câmbio automático, controle de cruzeiro, volante revestido de couro.

Novo Onix LTZ 1.0 turbo MT6 (R$ 60.990): itens da LT turbo, chave presencial, faróis com acendimento automático, câmera de ré, carregador de celular sem fio.

Novo Onix LTZ 1.0 turbo AT6 (R$ 66.290): acrescenta câmbio automático, controle de cruzeiro, volante revestido de couro.

Novo Onix Premier 1.0 turbo AT6 (R$ 69.990): pacote da LTZ turbo automática, rodas de liga leve de 16”, faróis com projetores, luz de posição e lanternas de LED, bancos parcialmente revestidos de material imitação de couro, acabamento externo frisos cromados.

Novo Onix Premier II 1.0 turbo AT6 (R$ 72.990): adiciona ar-condicionado digital, assistente de estacionamento automático e interior com revestimento bicolor preto com caramelo ou preto com cinza.

O jornalista viajou a convite da General Motors
Fotos: Divulgação

FICHA TÉCNICA
 
CarroceriaMonobloco em aço, cinco portas, cinco lugares
MotorDianteiro, transversal, injeção indireta multiponto, duplo comando de válvulas variável na admissão e escape acionado por correia dentada, a gasolina e/ou etanol
Número de cilindros3
Número de válvulas12 (quatro por cilindro)
Taxa de compressão10,5:1
Cilindrada999 cm³
Potência 116 cv a 5.500 rpm
Torque16,3/16,8 kgfm a 2.000 rpm (gasolina/etanol)
TransmissãoAutomática de seis marchas
TraçãoDianteira
DireçãoElétrica
Suspensão dianteiraIndependente McPherson
Suspensão traseiraEixo de torção
Pneus e rodas195/55 R16, liga leve 16"
Freios dianteirosDiscos ventilados com ABS e EBD
Freios traseirosTambores com ABS e EBD
Tanque de combustível 44 litros
Volume do porta-malas275 litros
Altura1,47 m
Comprimento4,16 m
Largura1,74 m (sem espelhos)
Entre-eixos 2,55 m
Peso em ordem de marcha1.118 kg
Carga útil375 kg
Altura livre do solo128 mm
Diâmetro de giro10,6 m

Sobre o autor

Editor. Começou a trabalhar no Carsale em 2012, mas gosta e acompanha o universo automotivo desde que se conhece por gente. Prefere carros compactos e práticos, mas se diverte da mesma forma quando avalia um utilitário no fora-de-estrada ou acelera um superesportivo num autódromo.