Image

Novo Honda City é revelado com motor turbo e visual careta

25

nov
2019

Após completar uma década de produção no Brasil, o Honda City teve a sétima geração revelada na Tailândia, um dos mercados onde é bastante popular. Com visual mais conservador, o sedã estreia uma motorização 1.0 turbo voltada à economia de combustível. Já a aguardada versão 1.5 híbrida deverá ser apresentada somente em 2020.

O novo City está mais 9,3 centímetros mais comprido (4,55 metros) e 5,3 cm mais largo (1,75 m). Em contrapartida, perdeu 2,8 cm na altura (1,46 m) e 1 cm na distância entre-eixos (2,59 m).

Embora o visual externo tenha ficado mais discreto, por dentro o City aparenta estar mais refinado, com novos instrumentos e volante igual ao do Accord. O sedã também ganhou uma nova central multimídia com tela de 8 polegadas e comandos por voz.

Dependendo da configuração vendida na Ásia, o novo City pode ser equipado com chave presencial com botão de partida do motor por botão, ar-condicionado automático digital, seis airbags, controles de estabilidade e tração, assistência de partida em rampas, aletas para trocas de marchas no volante, faróis com luzes diurnas de LED, rodas de liga leve de 16”, controle de cruzeiro e o sistema Honda Connect, que liga o motor e trava as portas por meio de um aplicativo para smartphones.

Considerado a principal novidade do City, o motor 1.0 turbo de três cilindros a gasolina entrega 122 cv de potência a 5.500 rpm e 17,6 kgfm de torque entre 2.000 e 4.500 rpm, atrelado à caixa automática de variação contínua (CVT) com simulação de sete velocidades. Comparando com o 1.5 flex aspirado do City brasileiro, o novo propulsor gera 6 cv e 2,3 kgfm a mais.

Já o consumo de combustível chega a impressionantes 23,8 km/l, de acordo com os parâmetros dos testes feitos pela marca na Tailândia.

O novo Honda City será vendido no mercado tailandês a partir de 24 de dezembro, custando entre 579.500 baht (aproximadamente R$ 80.600 na cotação atual), na versão Turbo S, e 739 mil baht (R$ 102.800) no caso da configuração Turbo RS, com visual esportivado.

A estreia em outros mercados está prevista para o ano que vem, quando deverá ser apresentado ao público brasileiro, possivelmente durante o Salão do Automóvel de São Paulo. O novo City deverá estrear por aqui em 2021 para rivalizar com Chevrolet Onix Plus, novo Nissan Versa, Toyota Yaris e Volkswagen Virtus.

Fotos: Divulgação

Sobre o autor

Editor. Começou a trabalhar no Carsale em 2012, mas gosta e acompanha o universo automotivo desde que se conhece por gente. Prefere carros compactos e práticos, mas se diverte da mesma forma quando avalia um utilitário no fora-de-estrada ou acelera um superesportivo num autódromo.