Image

Estiloso, Porsche Cayenne Coupé chega em duas versões a partir de R$ 459 mil

29

out
2019

Lançado na Europa no primeiro semestre, o Porsche Cayenne Coupé começa a ser vendido no Brasil nas versões V6 (R$ 459 mil) e Turbo S E-Hybrid (R$ 956 mil ) –  R$ 20 mil e R$ 10 mil a mais, respectivamente, que a variante convencional. O desenho caracterizado pelo teto mais baixo na parte traseira é o grande diferencial do SUV que chega para rivalizar com Audi Q8, BMW X6 e Mercedes-Benz GLE Coupé.

A configuração de entrada é equipada com o motor 3.0 V6 turbo, que entrega 340 cv de potência e 45,9 kgfm de torque. O SUV de mais de duas toneladas acelera de 0 a 100 km/h em 6 segundos e chega aos 243 km/h de velocidade final.

Já a versão Turbo leva sob o capô o 4.0 V8 biturbo de 550 cv e 78,5 kgfm. Com essa motorização – combinada a um propulsor elétrico de 136 cv e 41 kgfm que permite rodar 40 km apenas com eletricidade – os 100 km/h são alcançados em 3,8 segundos, enquanto a velocidade máxima é de 295 km/h. A potência e torque combinados chega a 680 cv e 91,8 kgfm, respectivamente.

Nos dois casos, o Cayenne Coupé conta com câmbio automático de oito marchas e tração integral.

Por conta do teto solar panorâmico 1,8 centímetro mais baixo, o Cayenne Coupé compensa o espaço para a cabeça dos ocupantes com ressaltos na capota. No entanto, o porta-malas teve a capacidade reduzida de 770 litros do Cayene convencional para 625 litros – no Turbo S E-Hybrid o compartimento leva 500 litros devido às mudanças na parte inferior do carro para acomodar a bateria do sistema híbrido.

O ar mais dinâmico também é reforçado pelo spoiler sobre o vidro traseiro. Além disso, outro aerofólio retrátil, posicionado acima das lanternas horizontais, reforça a esportividade ao se abrir automaticamente a partir de 90 km/h. Como no 911, a peça tem função aerodinâmica, para aumentar a aderência das rodas traseiras contra o solo a velocidades mais altas.

As duas versões são equipadas de série com o pacote Sport Chrono, que adiciona o seletor de modos de condução com modo esportivo e o relógio analógico com cronômetro sobre o painel.

Na variante mais potente, a suspensão pneumática faz parte do pacote padrão, mas é opcional na V6. O eixo traseiro direcional é vendido à parte para ambas.

O Carsale participa nesta quarta-feira (30)  do teste-drive  do Porsche Cayenne Coupé e publicará as impressões e outras informações oportunamente

Fotos: Divulgação

Sobre o autor

Editor. Começou a trabalhar no Carsale em 2012, mas gosta e acompanha o universo automotivo desde que se conhece por gente. Prefere carros compactos e práticos, mas se diverte da mesma forma quando avalia um utilitário no fora-de-estrada ou acelera um superesportivo num autódromo.