Image

Ford Ranger europeia ganha preparação militar que serviria bem no Brasil

18

out
2019

Reestilizada recentemente, a Ford Ranger serviu de base para um conceito militar que serviria muito bem às forças de segurança aqui no Brasil. A empresa britânica Ricardo PLC transformou a picape em um veículo capaz de encarar situações de combate – nada muito diferente do que as polícias enfrentam diariamente nas grandes cidades brasileiras.

Para receber os equipamentos de guerra, a Ranger ganhou uma estrutura na caçamba para a instalação de uma arma fixa, que pode ser uma metralhadora de grande poder de fogo. Os vidros e o assoalho são blindados, enquanto motor, radiador e tanque de combustível são protegidos por placas metálicas.

O sistema elétrico de 24V, aprimorado para dar conta da parafernália militar, tem proteção eletrônica contra interferências.

A pintura verde fosco usa tinta especial certificada pela aliança militar intergovernamental Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte).

Por se tratar da versão europeia, a Ranger “militarizada” é equipada com o novo motor 2.0 biturbo a diesel, que entrega 213 cv de potência e 50,9 kgfm de torque. A transmissão automática de 10 marchas é a mesma usada nos esportivos Mustang e Chevrolet Camaro.

Para suportar o acréscimo de peso das modificações, a suspensão da picape usa amortecedores e molas reforçados. Os freios também são redimensionados.

Fotos: Divulgação