Image

Fiat terá dois SUVs com motores turbo e câmbio CVT em 2021

26

ago
2019

O presidente da Fiat Chrysler Automóveis (FCA), Antonio Filosa, confirmou em entrevista ao jornal Hoje em Dia que a empresa lançará dois SUVs no Brasil em 2021. De acordo com o executivo, os modelos serão fabricados em Betim (MG) com as novas motorizações Firefly turbo 1.0 e 1.3 e câmbio automático CVT (variação contínua).

“Teremos uma transmissão automática nova com muita inovação tecnológica e produtos novos que vão chegar juntos para completar nossa gama lá em 2021”, disse Filosa. Logo em seguida, o executivo respondeu ao jornalista Marcelo Ramos, dono do canal no YouTube “Garagem do Jabulas”, que o novo câmbio será do tipo CVT. No entanto, resta saber se a transmissão será importada ou fabricada no Brasil como os motores Firefly turbo.

Questionado sobre os ensaios mostrados na inauguração do Centro de Design da FCA em Betim, Filosa confirmou que um dos novos SUVs “será muito pautado no conceito Fastback do Salão de São Paulo [de 2018]. Muito parecido”.

É provável que os dois novos SUVs sejam desenvolvidos a partir da plataforma MP1 do Argo. Um terá estilo mais convencional, enquanto o modelo inspirado no conceito Fastback terá silhueta cupê com caimento na porção traseira do teto.

Filosa ainda explicou que a Fiat depende da conclusão da fábrica de motores em Betim para estrear no segmento de SUVs. A unidade está sendo construída onde a empresa produz os propulsores usados nos modelos atuais.

Projeção do designer Kleber Silva dá uma ideia de como pode ficar um dos SUVs da Fiat

A fábrica de motores receberá R$ 500 milhões em investimentos e criará 1.200 novos postos diretos de trabalho. A capacidade de produção da unidade será de 400 mil propulsores por ano. O lançamento do primeiro carro com essa motorização está previsto para o final de 2020 – possivelmente a picape Fiat Toro ou o Jeep Renegade.

Os novos propulsores baseados na família Firefly terão duas opções: 1.0 turbo de três cilindros com cerca de 125 cv de potência (estreou recentemente no Jeep Renegade europeu) e 1.3 turbo de quatro cilindros configurado para 150 cv ou até 185 cv, dependendo da aplicação. Apesar dos bons números de potência, os motores focam nos parâmetros de consumo e emissões de poluentes presentes no regime Rota 2030.

Com concepção moderna, os propulsores contarão com injeção direta bicombustível, turbocompressor com válvula de alívio variável, bloco de alumínio e sistema MultiAir com variador eletrônico de fase das válvulas de admissão. As unidades terão ainda coletor de escape integrado ao cabeçote (com quatro válvulas por cilindro ante duas dos Firefly aspirados), sistema de arrefecimento misto e bomba de óleo variável.

O outro SUV será baseado no conceito Fastback

A expectativa é que o motor 1.0 turbo substitua, aos poucos, o veterano 1.8 16V e.TorQ aspirado nos Fiat Argo e Cronos e no Jeep Renegade. Já o 1.3 turbo será utilizado na picape Fiat Toro e no SUV Jeep Compass, aposentando também os motores aspirados Tigershark 2.0 e 2.4.

Questionado em maio sobre o destino da Tritec, fábrica dos motores 1.6 e 1.8 e.TorQ em Campo Largo (PR), Filosa disse que a unidade seguirá ativa por pelo menos mais quatro ou cinco anos, uma vez que esses propulsores têm demanda de exportação para a Argentina, Itália e Turquia.

Com esse investimento, a Fiat finalmente atenderá o pedido dos seus concessionários para contar com pelo menos um SUV em seu portfólio. Apesar da Jeep liderar o segmento com Compass e Renegade, a rede de lojas acredita que um utilitário esportivo poderá alavancar as vendas da marca italiana.

Motor turbo movido 100% a etanol
A FCA anunciou recentemente o desenvolvimento do E4, um propulsor movido apenas a álcool baseado no 1.3 turbo flex. O objetivo é diminuir a diferença (de até 35%) de consumo do derivado de cana-de-açúcar em relação à gasolina. A empresa pretende criar um propulsor de maior eficiência energética e menor impacto ambiental, uma vez que o etanol é um combustível renovável. A novidade não deverá estrear antes de 2022.

Projeção (carro vermelho): Kleber Silva
Foto conceito Fastback: Divulgação FCA

Tags

Sobre o autor

Editor-assistente. Gosta e acompanha o universo automotivo desde que se conhece por gente. Prefere carros compactos e práticos, mas sempre se diverte quando precisa avaliar um utilitário no fora-de-estrada ou acelerar um superesportivo num autódromo.