Image

McLaren terá conversível à moda Speed Racer por mais de R$ 8 milhões

20

ago
2019

A McLaren acaba de revelar a silhueta — e mais alguns poucos traços — do seu próximo supercarro, que deve chegar às ruas no ano que vem com produção artesanal limitada a 399 unidades.

O novo modelo, cujo nome ainda não foi anunciado (aliás, poderia ser Mach 5, em homenagem ao carro do desenho animado Speed Racer que parece ter servido de inspiração), será um roadster (dois lugares, com teto móvel) dotado de portas “tesoura” (abertura vertical perpendicular ao solo) e equipado com uma variação do motor V8 biturbo de 4 litros que está sob o capô do McLaren Senna — o qual, juntamente com o inacreditável híbrido Speedtail, também integra a faz parte da chamada Ultimate Series da McLaren, a ser completada pelo inédito roadster.

Os números finais de desempenho ainda não foram revelados, mas no McLaren Senna a potência é de 800 cavalos, e o torque, de 81,6 kgfm — suficientes para arrancar de 0 a 200 km/h em 6,8 segundos, e atingir máxima de 335 km/h. (O Speedtail passa de 1000 cv e tem máxima de 403 km/h.)

O futuro McLaren, porém, não tem como principal foco a aceleração ou a velocidade final. O CEO da montadora, Mike Flewitt, já avisou que a proposta é oferecer prazer ao dirigir — como é esperável num carro que possui a opção de trafegar com o cockpit aberto. Mas a construção será em fibra de carbono, tornando-o extremamente leve e, portanto, ágil e (muito) rápido.

A ideia é a mesma: Mach 5 (detalhe) e o futuro McLaren

A ideia é a mesma: Mach 5 (detalhe) e o futuro McLaren

LEIA MAIS
Sobre carros da McLaren no Carsale

Assim como o nome, o preço do novo McLaren ainda é um mistério, mas a assessoria da marca no Brasil o posiciona entre os valores do Senna (que teve quatro unidades vendidas no Brasil, por cerca de R$ 8 milhões cada uma) e do Speedtail (estimado em mais de R$ 18 milhões). A McLaren é representada localmente pela importadora Eurobike.

FOTOS DO MCLAREN SENNA:

Imagens: divulgação