Image

Mercedes-Benz Classe X pode sair de linha antes do esperado por vender pouco

17

jul
2019

Apresentada oficialmente há exatos dois anos, a Mercedes-Benz Classe X pode sair de linha muito antes do esperado. Segundo o site Automotive News Europe, a picape está ameaçada, pois a marca alemã pretende reduzir custos tirando de linha produtos que vendem pouco. O Grupo Daimler (dono da Mercedes-Benz) eliminou quatro previsões de lucro nos últimos 13 meses.

A Classe X foi criada a partir da plataforma da atual geração da Nissan Frontier com o objetivo de inserir a Mercedes-Benz no concorrido mercado de picapes médias, mas nunca teve um desempenho expressivo na categoria. Em 2018, o modelo somou apenas 16.700 unidades vendidas na África do Sul, Austrália e Europa.

Além das baixas vendas da Classe X, a Mercedes-Benz teve de destinar mais dinheiro para atender às novas regulamentações de emissões para veículos a diesel na Europa e resolver problemas relacionados ao recall de airbags da empresa japonesa Takata.

Para o Automotive News Europe, a Classe X não correspondeu às projeções da fabricante por custar muito mais do que entrega. Na Europa, a picape tem preço inicial de 37.294 euros (cerca de R$ 157 mil em conversão direta).

Outro agravante para as vendas fracas é o fato de a Classe X estar fora de importantes mercados desse tipo de veículo, como Ásia, América Latina e Estados Unidos. No Brasil, a previsão de venda da picape foi temporariamente suspensa devido o cancelamento de sua fabricação na Argentina. Se for comercializada em nosso mercado, a picape terá de ser importada da Espanha.

No caso dos Estados Unidos, onde a maior demanda é por picapes de grande porte, a venda da Classe X foi descartada por ser considerada pequena e cara para os padrões locais.

Fotos: Divulgação