Image

Ford lança o crossover Puma, que poderá rodar usando apenas dois cilindros

26

jun
2019

A Ford da Europa acaba de apresentar o Puma, crossover compacto que será posicionado acima do EcoSport e abaixo do Kuga (o Escape europeu). O modelo não será lançado no Brasil.

Baseado no Fiesta europeu, que por ora segue em produção, o Puma traz um visual semelhante ao do já citado novo Kuga, mas também lembra modelos de marcas tão díspares como Alfa Romeo e Porsche — um efeito causado principalmente pelo conjunto óptico dianteiro em posição elevada.

Ford Puma 2020

Ford Puma 2020

O Puma vai oferecer um cardápio de itens ligados à segurança e à condução semiautônoma, entre eles, controle de cruzeiro adaptativo com stop/go, leitura de placas de velocidade e manutenção na faixa; e um sistema que alerta sobre perigos na pista antes que sejam visíveis ao motorista e aos sensores.

O mais importante, porém, está sob o capô: o motor 1.0 Ecoboost (turbo) possui três cilindros, mas um deles pode ser desativado temporariamente quando seu trabalho for dispensável (em situação de cruzeiro, por exemplo). No caso, o motor funcionará com dois cilindros, apenas.

Além disso, o trem-de-força possui o sistema do tipo mild hybrid nativo da Ford (denominado BISG), que substitui o alternador e, por meio de correia acoplada ao motor, recupera energia e carrega uma bateria de íons de lítio.

Modelo será lançado ainda este ano, só na Europa

Modelo será lançado ainda este ano, só na Europa

Esta, por sua vez, alimenta equipamentos elétricos do Puma e oferece ao motor torque extra de até 5 kgfm. O resultado, diz a Ford, é aumento na eficiência e um desempenho mais robusto e homogêneo.

O Puma terá duas opções de calibragem do motor a gasolina: 125 cv e 155 cv. Um motor a diesel deverá ser oferecido mais adiante. A fabricação do modelo será na Romênia, e as vendas começam ainda este ano.

Imagens: divulgação