Image

Ford anuncia nova versão do superesportivo GT, mas esconde os detalhes

21

jun
2019

Sem entregar muitos detalhes, a Ford anuncia que, em 4 de julho, apresentará novidades sobre o GT, seu cupê superesportivo inspirado no carro de competição, veterano das pistas de corrida e frequente vencedor das 24 Horas de Le Mans.

A revelação, seja ela qual for, vai acontecer durante o Goodwood Festival of Speed, realizado na Inglaterra. Para constar: o GT é descrito no comunicado da Ford assim: “ultra-high-performance supercar”, que em português vira “supercarro de ultra-alta performance”.

Por ora, a Ford divulgou apenas um teaser com uma imagem escurecida do GT, destacando um enorme aerofólio traseiro, muito maior que a peça retrátil usada nas versões atuais (e provavelmente fixo).

Teaser do GT divulgado pela Ford

Em meio à reviravolta da Ford global, abandonando carros de passeio e focando em SUVs, crossovers e picapes, o GT acabou ficando meio esquecido — a promessa da Ford era manter em linha o Mustang, mas ninguém se lembrou de perguntar do superesportivo, cuja produção (no Canadá) é em câmera lenta, com a compra dependendo de cadastro do cliente e aprovação da montadora.

O Ford GT atual usa o motor Ecoboost V6 de 3,5 litros na posição central, despejando os 76 kgfm de torque nas rodas traseiras. A potência é de 656 cavalos.

Ford GT de produção

Ford GT de produção

Com carroceria em fibra de carbono (portanto, leve), o GT acelera de zero a 100 km/h em 3 segundos, e chega a 348 km/h de velocidade final. O preço não é anunciado publicamente, mas parte de cerca de US$ 500 mil.

Imagens: divulgação