Image

Baseada na Mitsubishi L200, Fiat Fullback sai de linha na Europa

02

mai
2019

Três anos depois de lançar a picape média Fullback na Europa, a Fiat deixa de comercializar o modelo no continente por conta das vendas baixas e da proximidade da implementação das novas leis de emissões do Euro 6. A Fullback é nada mais que a Mitsubishi L200 com os emblemas da marca italiana.

CARSALE RECOMENDA:
+ Conheça a Mitsubishi L200, picape casca-grossa
+ Prefere SUV? Tem o Mitsubishi Eclipse Cross

Outros modelos da linha comercial da Fiat na Europa também serão descontinuados por não atenderem os critérios do Euro 6: os furgões Doblò, Ducato, Fiorino e Talento.

Além do mau desempenho da Fullback no mercado europeu, a FCA (Fiat Chrysler Automóveis) pode estar se preparando para a chegada de uma nova picape. Já sabemos que a empresa pretende lançar na América Latina um modelo global baseado na RAM 1500, mas fica a dúvida se a nova picape também será comercializada na Europa.

No Brasil, a FCA iniciará a sua empreitada no segmento de picapes médias com a nova geração da RAM 1500. O modelo desembarcará por aqui no segundo semestre, importado do México, como uma opção mais cara e sofisticada, enquanto a nova picape estreará somente em 2021 ou 2022.

O Brasil é o país mais cotado para produzir a nova picape da FCA, mas ainda não está definido se o modelo será feito na fábrica da Fiat em Betim (MG) ou na da Jeep em Goiana (PE). Atualmente, a unidade mineira é a mais cotada para abrigar a linha de produção por ter maior capacidade ociosa.

Nova geração da RAM 1500 deve chegar por aqui no segundo semestre importada do México

Ainda sem nome definido, a novidade poderá ser chamada de RAM 1200 ou RAM 1300, uma vez que a marca já possui em seu portfólio os modelos RAM 750 e RAM 1000 – respectivamente as versões rebatizadas das Fiat Strada e Toro vendidas em alguns países da América Latina. O nome RAM 1200 já é usado na variante derivada da Mitsubishi L200 comercializada no Oriente Médio.

Diferentemente da Fiat Fullback e da RAM 1200, mais voltadas ao trabalho, a nova picape média receberá aprimoramentos tecnológicos para focar no público das versões topo de linha da concorrência (Chevrolet S10, Ford Ranger, Nissan Frontier, Mitsubishi L200, Toyota Hilux, Volkswagen Amarok).

Voltada ao trabalho, Mitsubishi L200 é vendida como RAM 1200 no Oriente Médio

Os motores da nova picape ainda são mantidos em sigilo, mas é provável que ela seja equipada com o 3.0 V6 turbodiesel da RAM 1500, que entrega 241 cv de potência e 56 kgfm de torque, ao menos em versões mais caras. Já as variantes de entrada poderão ser vendidas com o 2.0 turbodiesel de 170 cv e 35,7 kgfm da Fiat Toro e até mesmo uma opção flex.

Chamado internamente de “metric ton pick-up”, o projeto entrega que o novo modelo terá capacidade de carga de uma tonelada.

Fotos: Divulgação
“Carsale Recomenda” é uma ação publicitária independente do conteúdo editorial