Image

Peugeot inicia fabricação do 2008 reestilizado, que chega em maio

26

abr
2019

A Peugeot anunciou a produção do renovado SUV 2008 na fábrica de Porto Real (RJ). O modelo traz alguns retoques no visual — diferentes do facelift europeu feito há dois anos — e deve chegar às concessionárias em maio.

O 2008 faz parte da nova estratégia da PSA Peugeot Citroën de priorizar utilitários esportivos e crossovers, em detrimento de sedãs e hatches. O recente enterro definitivo das linhas 308 e 408 (respectivamente, dois e três-volumes médios) foi o ponto de partida.

Nova dianteira do Peugeot 2008

Nova dianteira do Peugeot 2008

Atualmente na 13ª posição no ranking das montadoras (somando carros de passeio, SUVs e picapes e comerciais leves), com 0,88% de participação no mercado brasileiro, a Peugeot viu o 2008, lançado localmente em 2015, manter uma performance de vendas bastante regular em torno da média de 10.335 carros por ano. No entanto, no ritmo atual, a projeção para 2019 seria de pouco mais de 7.350 emplacamentos (foram 1.842 até março, segundo a Fenabrave).

A aposta da Peugeot para o novo 2008 deve ser a oferta do câmbio automático de seis marchas acoplado ao motor turbo 1.6 THP na versão Griffe, a topo de gama, que antes só possuía caixa manual junto a esse propulsor.

Como o Citroën C4 Cactus (feito na mesma fábrica) incluiu esse novo trem-de-força em sua gama, é de se esperar o mesmo para o SUV compacto da co-irmã. O motor 1.6 aspirado será mantido como opção de entrada.

Peugeot 2008 atual: bonzinho demais

Peugeot 2008 atual: bonzinho demais

No visual, a principal alteração do 2008 ano-modelo 2020 é na dianteira. A grade frontal cresceu, e com isso o emblema do leão migrou para o centro dela, criando um efeito de esportividade ausente no “bonzinho” 2008 atual — com grade diminuta e o leão num ponto da carroceria logo acima.

O 2008 ano-modelo 2019 segue à venda com preços entre R$ 69.990 e R$ 91.900.

Imagem: divulgação