Image

Ford dos EUA terá modelo “popular” para compensar fim de Fiesta e Focus

18

abr
2019

Um executivo da Ford afirmou nesta quarta-feira (17) a uma plateia de representantes do setor financeiro dos Estados Unidos que um novo modelo “acessível” deverá ser lançado pela montadora até 2022.

Seria uma maneira de compensar a extinção de toda a gama de carros de passeio — Fiesta, Focus, Fusion e Taurus — da Ford nos EUA, em favor da priorização de crossovers, picapes e SUVs cujos preços começam perto de US$ 20 mil. O Fiesta, modelo mais barato e ainda em estoque, parte de US$ 14 mil; o Focus, de US$ 17 mil.

O vice-presidente de desenvolvimento de produtos da Ford, Jim Baumbick, mencionou o carro inédito numa palestra no Bank of America Merryl Lynch, quando falava sobre a estratégia da montadora para os próximos anos. Mais tarde, questionada por jornalistas, a Ford confirmou que está preparando um novo produto, mas não entrou em detalhes sobre o tipo de carroceria.

No entanto, deixou escapar que precisou de apenas 12 semanas para desenvolver a novidade, em vez do período de alguns anos que geralmente é requerido para criar um carro inédito. Por isso, a especulação é que a Ford aproveitará algum modelo já existente, ou quase pronto para lançamento (por exemplo, o SUV retrô Bronco, por ora mostrado apenas parcialmente, como na foto do alto da página), como base para seu futuro “popular”.

Considerando que o investimento da Ford no período 2019-2023 está alocado 91% em utilitários e 9% em automóveis (na verdade, automóvel, no singular: o Mustang), de acordo com a apresentação de Baumbick, especialistas já apostam que o novo modelo será um SUV ainda menor que o EcoSport, ou mesmo a provável picape compacta (de cabine dupla?) que será posicionada abaixo da relançada Ranger. A ver.

Imagem: Ford Bronco/divulgação