Image

Jetta, a Dacia da Volkswagen na China, estreia no Salão de Xangai

17

abr
2019

A Jetta, nova marca de baixo custo formada pela joint-venture formada pela Volkswagen com a chinesa FAW, foi apresentada no Salão de Xangai com uma proposta focada no público jovem. Confirmada para estrear no segundo semestre, a Jetta seguirá uma estratégia parecida com a utilizada pela Renault com a romena Dacia na Europa.

O portfólio da novata por enquanto é formado por um sedã e dois SUVs. O primeiro nada mais é que a versão chinesa da penúltima geração do Jetta, porém, com uma nova identidade visual. Diferentemente do modelo que fora comercializado no Brasil, o modelo chamado de VA3 é construído sobre uma plataforma mais simples (mesma do nosso Volkswagen Voyage) e tem porte parecido com o do Virtus.

Um dos SUVs é o VS5, baseado no Seat Ateca – derivado do Volkswagen T-Roc fabricado na Europa sobre a plataforma do Golf. Ele adota o mesmo estilo do sedã, mas com elementos estéticos que remetem à robustez.

Já o outro utilitário esportivo, de porte médio, é a versão chinesa do Seat Tarraco (variante espanhola do Tiguan Allspace).

As motorizações a gasolina confirmadas são uma 1.5 aspirada de 113 cv de potência e a 1.4 TSI (turbo) de 150 cv. As transmissões disponíveis serão a automática de seis velocidades e a automatizada de dupla embreagem e sete marchas.

Fotos: Autohome e Newspress