Image

Volkswagen anuncia que Passat chegou a 30 milhões de unidades

04

abr
2019

A Volskwagen anunciou que produziu nesta quarta-feira (3) a unidade de número 30 milhões do Passat, na fábrica alemã de Emden. O modelo vai completar 46 anos em maio.

Passat 30 milhões na fábrica de Emden, nesta quarta (3); no alto, linha de produção do primeiro Passat, em 1973

Passat 30 milhões na fábrica de Emden; no alto, linha de produção do primeiro Passat, em 1973

Com isso, o atual sedã — que nasceu como hatch, como se vê na foto maior desta reportagem — consolida-se como o segundo carro mais vendido da história da Volks globalmente, atrás do Golf (lançado há 45 anos, vendeu 35 milhões de unidades) e do Fusca (21,5 milhões).

A importância do Passat para a montadora alemã vai além dos números. Foi ele que marcou o início da transição de motores traseiros e com refrigeração a ar para o atual padrão, montado na dianteira, refrigerado a água e tracionando as rodas da frente. O slogan de lançamento do Passat em 1973 fazia alusão à mudança, mencionando “o começo de uma nova era”.

O Passat é hoje produzido em dez fábricas ao redor do planeta, e vendido em cerca de 100 países. No Brasil, é considerado carro de luxo/executivo; importado, parte de R$ 164 mil.

Nos Estados Unidos o Passat é um modelo menos badalado, enfrenta concorrência acirrada de veteranos como Honda Accord e Toyota Camry — e parte de US$ 25 mil.

Imagens: divulgação