Image

Crise na Argentina obriga Aliança Renault-Nissan a paralisar fábrica por uma semana

07

mar
2019

A Aliança Renault-Nissan paralisou por uma semana as atividades da fábrica de Córdoba, na Argentina. A produção, que deveria recomeçar na última quarta-feira (6) após o feriado de Carnaval, será retomada na próxima segunda-feira (11). Segundo o site Argentina Autoblog, a medida foi tomada pela empresa devido o excesso de veículos em estoque por conta da crise econômica que afeta drasticamente o setor automotivo no país vizinho.

No local são produzidos os modelos Sandero, Logan e novo Kangoo, da Renault, e as picapes Nissan Frontier e Mercedes-Benz Classe X. Esta última será lançada este ano com a Renault Alaskan, também baseada na Frontier.

A suspensão dos cerca de 1.500 funcionários da unidade da Renault-Nissan é mais uma da série de medidas de ajuste realizadas recentemente pelas montadoras com fábricas na Argentina. Marcas como Honda e PSA Peugeot Citroën chegaram a paralisar suas atividades durante várias semanas.

De acordo com a associação de concessionários da Argentina (Acara), os 39.826 veículos comercializados em fevereiro representaram um volume 34,1% inferior ao de janeiro. Comparando com fevereiro de 2018, a queda foi ainda maior: 42,9%.

Fotos: Divulgação