Image

Efeito T-Cross: Volkswagen Golf Variant deixa de ser importada e antecipa o fim da linha Golf no Brasil

21

fev
2019

O Volkswagen T-Cross mal foi lançado e já selou o destino da atual família Golf no Brasil. De acordo com a apuração do site Autos Segredos, concessionários e a própria marca confirmaram o aguardado fim da importação da perua Golf Variant por conta da baixa procura pelo modelo em nosso mercado.

+ VW T-Cross chega em abril a partir de R$ 84.990; veja preços e equipamentos de todas as versões

Ainda é possível configurar a Golf Variant no site da Volkswagen por conta das unidades em estoque. A perua era importada do México nas versões Comfortline (a partir de R$ 102.990) e Highline (R$ 113.490), ambas equipadas com o motor 1.4 turbo flex de 150 cv de potência e câmbio automático de seis marchas.

Com apenas 503 unidades vendidas no ano passado e ínfimos 62 emplacamentos em 2019 no Brasil, a Golf Variant é mais uma vítima dos novos SUVs da marca. No final do ano passado, a empresa encerrou a produção da veterana SpaceFox na Argentina, onde será feito o utilitário esportivo médio Tarek.

E O GOLF, COMO FICA?
Além da versão perua, a variante hatch do Golf também está com os dias contados no Brasil. O modelo atual sairá de linha na Europa ainda este ano com a chegada da nova geração, que dificilmente será comercializada por aqui – a não ser como carro de nicho em volume baixíssimo importado da Alemanha.

Uma fonte ligada à marca afirmou ao Carsale que a produção do Golf em São José dos Pinhais (PR) foi temporariamente suspensa no ano passado por conta da baixa procura pelo modelo e para abrir espaço ao T-Cross na fábrica paranaense. O Golf é oferecido, ainda como linha 2018, nas versões Comfortline 1.0 TSI (parte de R$ 91.790), Highline 1.4 TSI (R$ 112.190) e GTI 2.0 TSI (R$ 149.290).

Com apenas 3.070 emplacamentos em 2018 e 450 unidades comercializadas neste ano, o Golf reflete a decadência do segmento de hatches médios nos últimos anos no Brasil, caracterizada pela migração do consumidor desses modelos para os SUVs compactos.

5 NOVOS SUVs ATÉ 2020
A atual estratégia da Volks está focada no lançamento de cinco novos SUVs no Brasil até 2020, uma vez que veículos desta categoria são produtos de maior valor agregado e rendem lucros maiores aos cofres da empresa. O primeiro deles foi o Tiguan Allspace, que estreou no ano passado importado do México, seguido pelo recém-lançado T-Cross.

As próximas novidades ficarão para 2020, começando pelo SUV médio Tarek, futuro rival do Jeep Compass, enquanto o grandalhão Atlas, desenvolvido para os Estados Unidos, também está cotado como opção mais acessível para vir no lugar da refinada nova geração do Touareg. Já o modelo compacto baseado na plataforma encurtada do Polo chegará também em 2020 para substituir o CrossFox em uma categoria abaixo do T-Cross, rivalizando com versões aventureiras de hatches compactos.

Fotos: Divulgação

Sobre o autor

Editor. Começou a trabalhar no Carsale em 2012, mas gosta e acompanha o universo automotivo desde que se conhece por gente. Prefere carros compactos e práticos, mas se diverte da mesma forma quando avalia um utilitário no fora-de-estrada ou acelera um superesportivo num autódromo.