Os planos da Lamborghini para os próximos anos incluem o lançamento do primeiro modelo híbrido plug-in da marca por volta de 2021 e a possibilidade de ampliar a gama com um inédito integrante de quatro lugares a partir de 2025. As informações foram divulgadas pelo CEO da Lamborghini, Stefano Domenicali em entrevista ao Automotive News.

De acordo com Domenicali, a fabricante italiana já trabalha em um sistema de propulsão híbrido plug-in que será lançado em cerca de três anos para substituir o motor V12 do superesportivo Aventador e o V10 que equipa o SUV Huracán. Para o executivo, a tecnologia híbrida plug-in é a única maneira de manter o desempenho e o som do motor à altura da marca ao mesmo tempo em que se reduz as emissões de poluentes.

Quanto ao inédito modelo cogitado para estrear entre 2025 e 2017, o executivo ressalta que com a ampliação da gama para quatro produtos, a Lamborghini poderá alavancar as vendas para 10 mil unidades por ano. Atualmente, a projeção da fabricante para 2019 é de comercializar cerca de 7.500 a 8.000 unidades, sendo que para este ano o volume deverá ficar em 5.500 unidades.

“Estamos trabalhando muito para combinar alto desempenho com espaço interno e conforto de direção em um pacote que, em termos de design, deve ser impressionante e altamente eficiente em termos de aerodinâmica”, revela Domenicali a respeito do futuro lançamento. Rumores da imprensa internacional apontam que o quarto produto da Lamborghini poderá ser um rival para o cupê de quatro portas da Porsche, o Panamera.

Imagem: Divulgação