A Ford resolveu antecipou, nesta terça-feira (23), à imprensa especializada as novidades que exibirá no Salão do Automóvel de São Paulo, que acontece entre os dias 8 e 18 de novembro na capital paulista. O grande destaque é o lançamento do EcoSport sem o característico estepe pendurado na tampa traseira, que segue o estilo adotado no modelo vendido na Europa e nos Estados Unidos.

A ausência do estepe estreará como opcional na inédita configuração Titanium equipada com a motorização 1.5 flex de três cilindros, que gera 130 cv de potência e 15,6 kgfm de torque com gasolina ou 137 cv e 16,2 mkgf quando abastecida com etanol, combinada ao câmbio automático de seis velocidades.

Como o projeto do SUV não prevê a acomodação da roda sobressalente dentro ou abaixo do porta-malas, o EcoSport sem estepe será equipado com pneus run flat e um kit de reparo de pequenos furos, com um produto selante e um pequeno compressor de ar.

A versão Titanium movida pelo 2.0 Duratec Direct Flex com injeção direta de combustível e duplo comando variável de válvulas continuará sendo oferecida. Esse propulsor rende potência de 170 cv a 6.500 rpm e 20,5 kgfm de toque a 4.500 rpm com gasolina. Com etanol no tanque, os números sobem para 176 cv a 6.500 rpm e 22,5 kgfm a 4.500 rpm, respectivamente.

Ford Territory
Outra novidade da marca é o Territory, modelo recém-apresentado na China e considerado um anti-Compass. O SUV será uma das atrações do Salão de São Paulo para avaliar a aceitação do público brasileiro. Caso a sua produção na América do Sul seja aprovada, o Territory poderá ser feito na Argentina ou no Brasil.

O SUV de 4,58 metros de comprimento, 1,93 m de largura, 1,67 m de altura e 2,71 m de distância entre-eixos é equipado com o motor 1.5 turbo de três cilindros da família EcoBoost, que rende 145 cv de potência na configuração chinesa.

O design externo do Territory segue a identidade visual da Ford e traz detalhes já vistos em outros modelos da marca. A cabine também é uma mistura de elementos conhecidos e exibe estofamento de couro, além de acabamentos com pintura metálica. Há teto solar, retrovisores elétricos e saídas de ventilação para os passageiros do banco traseiro.

Conceitos
A Ford também vai mostrar três conceitos, sendo dois deles da picape média Ranger. O primeiro deles será a Ranger Storm, que como o nome diz terá influências visuais fora-de-estrada da versão do EcoSport que leva o mesmo nome. O segundo exercício de design é a Ranger Black Warrior, que segue a tendência atual de mercado, exemplificado pelas rivais Chevrolet S10 Midnight e Fiat Toro Black Jack, com detalhes escurecidos.

O terceiro conceito causará certa estranheza. Trata-se do Ka Sedan Street Warrior, que nada mais é que uma versão aventureira do sedã compacto, com suspensão elevada e apliques estéticos na pegada do Ka Freestyle.

O SUV Edge reestilizado também será outra novidade da marca no evento. O modelo conta com novos faróis de LED com luzes diurnas, grade octogonal cromada, novo para-choque e faróis de neblina verticais. Na traseira, as lanternas de LED ganharam novo layout e para-choque redesenhado. Mas não fica só nisso, a partir de 2019, com o lançamento do Edge reestilizado no Brasil, apenas a versão ST será vendida no país. Essa configuração usa o motor EcoBoost 2.7 V6 turbo a gasolina de 338 cv de potência e 52,5 kgfm de torque.

Imagens: Divulgação