Image

Com a chegada do novo Polo, Volkswagen apostará nas versões aventureiras do Fox

07

jul
2017

Depois de anunciar a produção do novo Polo na fábrica de São Bernardo do Campo (SP), a Volkswagen revelou algumas mudanças nas suas diretrizes para o mercado nacional. O presidente da marca no Brasil, David Powels, disse ao site Automotive Business que alguns modelos atuais serão reposicionados para a chegada dos novos carros confirmados para o país nos próximos anos.

De acordo com Powels, a Volkswagen reduzirá o número de versões oferecidas no Brasil, seguindo a estratégia da recente atualização do up!, agora oferecido como um compacto de maior valor agregado. O Gol, que teve a produção toda transferida para Taubaté (SP) para dar lugar ao Polo em São Bernardo do Campo, continuará como o modelo de entrada da marca.No caso do Fox, que sofreu mudanças de conteúdo na linha 2018 lançada em maio, o executivo confirmou que empresa vai se concentrar nas versões aventureiras Track 1.0 e CrossFox 1.6, indicando que as demais configurações poderão ser descontinuadas.

O Fox, que parecia não ter espaço nos novos planos da Volks, deverá sofrer mais uma reestilização até 2018. Junto com os retoques visuais será incorporado o câmbio automático Tiptronic de seis marchas com conversor de torque, que será oferecido como opcional no lugar da transmissão automatizada I-Motion de cinco velocidades.

NOVOS MODELOS
Além do Polo, a Volkswagen também vai fabricar o sedã Virtus em São Bernardo do Campo. O modelo deverá ser lançado no começo de 2018 para concorrer com o Honda City, Chevrolet Cobalt, Renault Logan, Etios Sedan, além da variante três-volume do Fiat Argo (também prevista para o ano que vem). O Virtus compartilhará com o Polo a plataforma MQB A0, porém com entre-eixos alongado para ampliar o espaço interno.
Essa plataforma também originará um SUV compacto baseado no conceito T-Cross, que deve ser apresentado até meados de 2019 para competir com Honda HR-V, Jeep Renegade, Hyundai Creta, Nissan Kicks, Renault Captur, Peugeot 2008, etc.

No fim do ano que vem será a vez da picape de porte intermediário que substituirá as versões topo de linha da Saveiro para competir com a Fiat Toro e a Renault Duster Oroch.

Fotos: Divulgação
Projeção Volkswagen Virtus: Kleber Pinho da Silva