Menos de um ano depois de ser reestilizado, o Chevrolet Cobalt chegará à linha 2017 nos próximos meses com novidades. Segundo o site Primeira Marcha, o sedã receberá melhorias no motor 1.8, direção elétrica e câmbio manual de seis marchas para ficar mais eficiente.

O veterano propulsor Econo.Flex de 1.8 litro de oito válvulas recebeu peças de menor atrito e teve a taxa de compressão elevada de 10,5:1 para 12,3:1. As alterações elevaram a potência com etanol de 108 cv a 5.400 rpm para 111 cv a 5.200 rpm. O torque de 17,1 kgfm a 3.200 rpm subiu para 17,7 kgfm a 2.600 rpm. Abastecido com gasolina, o motor continua gerando 106 cv (agora a 5.200 rpm), mas o torque foi elevado de 16,4 kgfm para 16,8 kgfm a 2.800 rpm.

Já o motor de 1.4 litro, oferecido nas versões LT e LTZ exclusivamente para frotistas e taxistas, continua entregando até 106 cv e 13,9 kgfm quando abastecido com etanol.

Com foco na redução do consumo de combustível, as duas motorizações serão “aliviadas” com a adoção de uma nova caixa manual de seis velocidades para reduzir as rotações em velocidades de cruzeiro. A direção hidráulica será substituída por um sistema elétrico, que funciona independente do motor.

As atualizações também serão estendidas à central multimídia MyLink II, que mostrará setas de navegação na lateral da tela e terá comandos de voz. O Cobalt passará a contar com o serviço OnStar em todas as versões, porém, em três configurações diferentes (somente a mais cara terá o atendimento humano para auxílio em buscas na internet, entre outros recursos).

Essas atualizações mecânicas também estarão na linha 2017 da minivan Spin, que será reestilizada para ficar alinhada à nova identidade visual da Chevrolet. Consultada durante o evento dos compactos Onix e Prisma 2017, a GM disse que não comenta lançamentos futuros.

Fotos: Divulgação