O Chevrolet Sonic deixou de ser vendido no Brasil em setembro de 2014 por conta do baixo volume de vendas, mas já tem data para voltar a ser comercializado por aqui. Segundo o site da revista Carro, o modelo fabricado no México voltará reestilizado ao mercado brasileiro no segundo semestre.

De acordo com a Carro Online, as informações foram obtidas com uma fonte que trabalha junto a fornecedores da General Motors e que unidades do Sonic hatch e sedã já estão sendo testadas no Brasil. A apresentação dos modelos poderá ser no Salão do Automóvel de São Paulo, em novembro. Os modelos reestilizados serão lançados nos Estados Unidos em junho.

O Sonic deixou o visual caracterizado pelos faróis divididos por dois elementos e adotou uma aparência menos ousada. Além disso, o modelo passa a ser equipado com a segunda geração da central multimídia MyLink, partida do motor por botão e alertas de mudança involuntária de faixa e de colisão frontal.

No mercado norte-americano, o Sonic é oferecido com duas motorizações Ecotec a gasolina: 1.8 litro e 1.4 turbo, ambas de 140 cv de potência. A diferença está na disponibilidade do torque máximo.

Enquanto a primeira entrega 17,2 kgfm a 3.800 rpm, a turboalimentada gera 20,4 kgfm a 1.850 rpm. As transmissões disponíveis são automática ou manual, ambas de seis velocidades. O conjunto mecânico da variante a ser vendida no Brasil ainda não foi confirmada, mas o Sonic comercializado por aqui até 2014 era equipado com um bloco de 1.6 litro flex que gerava até 120 cv quando abastecido com etanol.

Com preços estimados entre R$ 60 mil e R$ 75 mil, Sonic hatch e sedã ficarão posicionados entre os compactos Onix e Prisma e os médios Cruze hatch e sedã.

Outros lançamentos

Antes do Sonic, a GM ainda vai lançar no Brasil a nova geração do Cruze sedã, em junho, e os reestilizados Onix e Prisma. Em seguida será a vez do novo Cruze hatch. A marca ainda aguarda a estabilização da variação cambial do dólar para promover a estreia da nova geração do Camaro. E, segundo o site Autos Segredos, o Cobalt vai ganhar direção elétrica na linha 2017.

Fotos: Divulgação