08/08/2012 | 15:20
Canal de Análise de Mercado

Inadimplência registra queda após 17 meses de alta

De acordo com dados da Anef, o último período de baixa foi em dezembro de 2010

Autor: da Redação/Foto: Divulgação
  • Facebook Facebook
  • Twitter Twitter
  • Myspace Myspace
  • Orkut Orkut
  • Bookmarks Bookmarks
Página: Inadimplência registra queda após 17 meses de alta
Nome Amigo:
E-mail Amigo:
Para enviar para mais de uma pessoa, separe os e-mail por ponto e vírgula
Seu Nome:
Seu Email:
Comentários:
Foto
A inadimplência dos contratos de financiamentos de veículos para pessoa física apresentou queda de 0,1% em junho, após 17 meses de altas consecutivas. De acordo com dados da Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras (Anef), o último período em que a inadimplência não havia apresentado alta foi em dezembro de 2010, quando a média mensal havia se estabilizado em 2,6%.

Já o saldo total das carteiras de financiamentos de veículos (CDC e Leasing) fechou o mês de junho em R$ 202,7 bilhões. O valor foi 1,4% superior ao mês de maio, quando o saldo era de R$ 200 bilhões e 4,3% maior que em junho de 2011, quando o saldo foi de R$ 194,4 bilhões. O saldo de crédito para aquisição de veículos por pessoas físicas seguiu, em junho, correspondendo a 4,7% do PIB nacional (estimado em R$ 4,280 trilhões) contra 4,9% no mesmo período do ano anterior e representando 29,5% do total do crédito destinado às pessoas físicas no Brasil.

A liberação de crédito durante o mês foi de R$ 8,514 milhões, o que representou um aumento de 11,7% no período de 30 dias e de 0,5% sobre o montante de crédito liberado em junho de 2011 (R$ 8.476 milhões) para aquisição de veículos financiados (CDC).

Segundo o presidente da Anef, Décio Carbonari, os resultados durante o mês de junho refletiram o otimismo do mercado com as medidas anunciadas pelo governo no mês maio para estimular o setor automotivo. “O mercado retomou o otimismo e o fluxo de cliente nas concessionárias cresceu no período. Com isto todo setor cresceu, inclusive as consultas a financiamentos e, também, o aumento de solicitações aprovadas”, explica Carbonari.

Os planos de financiamentos seguiram sendo disponibilizados com prazo máximo de 60 meses e os planos médios seguiram em 40 meses em junho, frente os 43 meses no mesmo período de 2011. Já a  taxa média de juros praticada pelas associadas da Anef ficou em 1,30% no mês de junho de 2012 representando uma queda de 0,1 % no comparativo com o mês de maio, quando a taxa média tinha sido de 1,40%. A taxa praticada pelo mercado em junho também apresentou queda perante o mês anterior, passando de 1,77% para 1,58%.
Publicidade
Publicidade
Central de Atendimento Carsale - (11) 3274 5900
Classificados
Carsale - Compra Coletiva
Blog Carsale
Rua Alcides de Queiroz , 401 - Bairro Casa Branca - CEP: 09015-550 / Santo André -SP
Copyright 2000-2014 Carsale.com.br - Todos os direitos reservados