22/01/2013 | 19:40
Canal de Avaliação

Chevrolet Onix LT 1.0 é para o motorista sem pressa

Versão intermediária do compacto tem bom pacote de equipamentos e comportamento agradável, mas motor tem desempenho comedido

Autor: Guilherme Silva/Foto: Rafael Munhoz
  • Facebook Facebook
  • Twitter Twitter
  • Myspace Myspace
  • Orkut Orkut
  • Bookmarks Bookmarks
Página: Chevrolet Onix LT 1.0 é para o motorista sem pressa
Nome Amigo:
E-mail Amigo:
Para enviar para mais de uma pessoa, separe os e-mail por ponto e vírgula
Seu Nome:
Seu Email:
Comentários:
No mercado desde novembro do ano passado, o Chevrolet Onix estreou no segmento de compactos com a dura tarefa de substituir a segunda geração do Corsa e, principalmente, brigar pelas primeiras posições da categoria com o veterano Volkswagen Gol e os novatos Hyundai HB20 e Toyota Etios.

Com tão pouco tempo de vida, o modelo vem mostrando um bom desempenho nas vendas. Foram mais de 18 mil emplacamentos do seu lançamento até o dia 31 de dezembro. Somente na primeira quinzena deste ano, quase cinco mil unidades foram vendidas. 



O Carsale testou uma unidade da versão intermediária LT com o motor de 1.0 litro (preço inicial de R$ 32.590), que sai de fábrica com airbags frontais, freios com ABS e EBD, desembaçador e limpador do vidro traseiro, protetor de cárter, direção com assistência hidráulica e coluna com regulagem de altura, vidros dianteiros, travas e tampa do porta-malas com acionamento elétrico, alarme, chave canivete, banco do motorista com regulagem de altura, entre outros itens. O carro testado contava ainda com ar-condicionado, rodas de liga leve de 15 polegadas, sensor de estacionamento, rack no teto e pintura metálica, que fazem o preço final chegar a R$ 36.990.



O compacto de 3,9 metros de comprimento, 1,7 m de largura, 1,42 m de altura e 2,53 m de entre-eixos acolhe bem os ocupantes com um espaço interno bastante satisfatório para a categoria e materiais de boa qualidade. No carro avaliado não foram notadas peças com rebarbas ou mal encaixadas. Já os bancos acomodam os passageiros com firmeza, mas sem serem desconfortáveis. O porta-malas tem 280 litros de capacidade.

O motor do compacto é o evoluído VHC-E, agora batizado de SPE/4. O bloco de 1.0 litro desenvolve 78/80 cavalos de potência (gasolina/etanol) e 9,5/9,8 kgfm de torque (g/e). De acordo com a General Motors, a unidade de força recebeu melhorias para melhorar o consumo, as emissões e os níveis de ruído.



O Onix é um carro muito agradável de se dirigir em qualquer uma de suas versões graças ao conjunto mecânico bem acertado. O sistema de direção com assistência hidráulica responde bem aos comandos do motorista e é leve em manobras, enquanto o câmbio possui alavanca de engates curtos e certeiros. Mas o destaque fica para a suspensão, bem calibrada para transmitir firmeza em curvas sem ser dura demais em pisos irregulares. O silêncio dentro cabine também é outro ponto positivo para o compacto.

Um pênalti contra o Onix é o desempenho do bloco de 1.0 litro, que parece ser pouco para os 1.019 quilos do carro. Apesar de ser uma evolução do VHC-E que equipa o Celta, esqueça a impetuosidade do modelo de entrada da Chevrolet. O propulsor do novo carro demora a encher e faz o hatch ficar para trás em saídas de farol e ladeiras mais íngremes. No entanto, o desempenho mais comedido não tira o brilho do carro, que tem comportamento ideal para o uso majoritariamente urbano.

De acordo com as medições do Instituto Mauá de Tecnologia, o Onix 1.0 teve os seguintes números nos testes de consumo: 9,7 e 7,7 km/l, rodando em trecho urbano com gasolina e etanol, respectivamente. Na estrada, o compacto registrou 15,1 km/l quando abastecido com o derivado de petróleo e 11,4 km/l com o combustível vegetal. Já o 0 a 100 km/h foi cumprido em 16,26 segundos (gasolina) e 15,70s (etanol). Confira outros números do teste aqui.

O Onix LT 1.0 oferece um pacote de equipamentos interessante para a sua faixa de preços e conta com o argumento de ainda ser uma novidade (como o Hyundai HB 20 e o Toyota Etios). Com este motor, o compacto pode desanimar o motorista que procura por um modelo com uma pegada mais ousada. No entanto, cumpre bem o dever de ser um carro prático e confortável no trânsito urbano, ideal a quem não tem tanta pressa para chegar no destino. Se a ideia é chegar mais rápido, é melhor optar pelas versões com o bloco de 1.4 litro.
 
Publicidade
Veja abaixo a galeria de fotos:
 
Untitled Document
Ficha Técnica
Chevrolet Onix LT 1.0
Motor
SPE/4 1.0 8 válvulas
Potência (Cv)
78
Torque (Kgfm)
9,5
Câmbio
Manual de cinco marchas
Comprimento (m)
3,93 metros
Largura (m)
1,70 metro
Altura (m)
1,48 metro
Entre-Eixo (m)
2,52 metros
Peso (Kg)
1.019 quilos
Porta-Mala (l)
280
Suspensão
Independente, do tipo McPherson no eixo dianteiro e semi-independente, com eixo de torção no traseiro
Freios
Dianteiros a discos ventilados e traseiros a tambor
Tanque (l)
54
Preço (R$)
A partir de R$ 32.590
Taxa de Compressão
12.6
Rodas
Hidráulica, pinhão e cremalheira
Tração
Dianteira
Publicidade
Veja Também:
Rua Alcides de Queiroz , 401 - Bairro Casa Branca - CEP: 09015-550 / Santo André -SP
Copyright 2000-2014 Carsale.com.br - Todos os direitos reservados