Após a apresentação do novo Volkswagen Jetta no Brasil ficou a dúvida se o sedã médio ganhará uma versão equipada com o elogiado motor 2.0 TSI, cogitada para chegar por aqui no ano que vem. Durante uma entrevista ao Argentina Autoblog, José Carlos Pavone, responsável pelo design dos carros da marca na América Latina, confirmou que essa motorização estará disponível na variante esportiva GLi, que será lançada no Salão de Detroit, em janeiro.

+ Veja as primeiras impressões do novo Volkswagen Jetta

Pavone disse ainda que o Jetta GLi será vendido na Argentina em 2019, mas não está confirmado para o Brasil por estratégias de mercado. Se fosse comercializada em nosso país, a versão se aproximaria da faixa de preços do SUV Tiguan e do sedã grande Passat. No mercado argentino, onde é chamado de Vento, o Jetta também é oferecido na versão Highline 1.4 TSI, indisponível por aqui.

O Jetta GLi terá detalhes estéticos exclusivos, como o teto pintado de preto, grade dianteira com frisos vermelhos, rodas de liga leve com desenho de cinco raios e escape duplo. Na parte mecânica, a suspensão traseira de eixo de torção dá lugar ao sistema independente multilink.

Segundo Pavone, “o Jetta GLi será um Golf GTi com porta-malas grande”, uma vez que o conjunto mecânico será formado pelo motor 2.0 TSI a gasolina com 230 cv de potência e transmissão automatizada DSG de seis marchas e dupla embreagem.

Fotos: Argentina Autoblog