Durante a apresentação da reestilização do Ford Ka, a empresa anunciou que o modelo passou por melhorias estruturais, agora, o Latin NCAP confirma as melhorias no compacto. O modelo fabricado no Brasil saltou de zero para três estrelas na proteção para adulto e quatro para crianças.

“É uma melhora. O Latin NCAP está contente com este resultado da marca, porém o Ka ainda não está à altura do modelo europeu, que tem airbags laterais e uma estrutura que se comporta de forma melhor”.

O Ka, produzido desde 12 de junho de 2018 (a partir do VIN 9B9BFZH55U7K8206502), foi melhorado com reforços estruturais para a proteção dos impactos laterais no pilar B e elementos de absorção de energia nas portas para a proteção dos adultos. Assim, conseguiu, apenas, três estrelas para adultos, devido à fraca proteção no peito deles no impacto lateral. Essa era a maior nota possível, uma vez que o modelo não possui controles de tração e estabilidade na versão básica.

A proteção do ocupante infantil mostrou um resultado de quatro estrelas com proteção boa no teste de impacto frontal e lateral no dummy de três anos e no dummy de 18 meses. Ambos os dummies foram instalados utilizando ancoragens ISOFIX e Top Tether no caso do dummy de três anos, e com suporte para as pernas no caso do dummy de 18 meses. Vale lembrar que as versões mais simples possuem cinto de apenas dois pontos na posição central.

Outro modelo testado foi o Hyundai Accent, fabricado na Coreia do Sul e vendido em alguns países da América do Sul. O modelo é vendido sem airbags, o que acarretou na nota de zero estrelas para adultos e apenas uma para crianças. impacto da cabeça com o volante e a alta compressão no peito do motorista explicaram a baixa pontuação para o ocupante adulto, apesar da estrutura estável. O Accent não oferece ancoragens ISOFIX nem cintos de três pontos em todas as suas posições. Portanto, a fraca proteção apresentada pelo dummy de três anos e vários Sistemas de Retenção Infantil (SRI) que falharam na instalação explicam a única estrela a respeito da Proteção do Ocupante Infantil. O impacto lateral do Accent não foi realizado, devido a que o impacto frontal, no teste, foi de zero estrela para os adultos.

“É alentador encontrar mais modelos compactos com melhoras como o Ka; contudo, seu rendimento de segurança básico está ainda por baixo da versão europeia. É alarmante comprovar como fabricantes globais de veículos, como a Hyundai, continuam a vender carros zero estrela na América Latina, enquanto oferecem veículos cinco estrelas em modelos similares na Europa.