A Mercedes-Benz anunciou a chegada da nova geração do Classe G ao Brasil. O SUV desembarcará em apenas duas versões, ambas acima do R$ 1 milhão. As duas versões são assinadas pela AMG.

A versão G63 AMG custa R$ 1.049.990, enquanto a G63 AMG Edition 1 custa R$ 1.179.900. A diferença de R$ 130 mil adiciona faixa decorativa nas laterais, rodas em preto fosco com bordas em vermelho, bancos com detalhes em preto e vermelho e costuras em forma de diamante, fibra de carbono no acabamento e volante com a parte inferior plana.

O Classe G existe desde 1979 com várias características mantidas desde então. Na atual geração os principais atributos estéticos foram mantidos: carroceria em forma de caixa, capô imponente, dobradiças externas das portas, faróis redondos, indicadores de direção destacados e maçanetas robustas. As linhas seguem retas e a frente imponente. As maiores novidades, que segundo a Mercedes são as mais profundas mudanças na história do SUV, conta com o uso de 84 lâmpadas de LED e facho automático. No interior, há duas telas que abrigam o painel digital e a central multimídia.

As duas versões que chegam ao Brasil usam o motor V8 biturbo 4.0 de 585 cv e 86,7 kgfm de toque com transmissão automática de 9 marchas. O G63 AMG faz de 0 a 100 km/h em 4,5 segundos e chega a 220 km/h de velocidade máxima, que pode parecer pouco, mas o SUV pesa 2,5 toneladas. O SUV também conta com suspensão adaptativa, desativação de cilindros para melhorar o consumo de combustível, bloquio de diferencial, três modos de condução off-road e cinco modos de condução esportiva.