A BMW já vende no Brasil o M2 Competition, que chega com melhorias mecânicas e de conteúdo para substituir o M2 Coupé na linha de esportivos da marca alemã no país. O preço sugerido é de R$ 377.950 (R$ 2 mil a menos do que custava o M2 Coupé no lançamento, em 2016).

Entre as novidades está o motor 3.0 de seis cilindros em linha a gasolina, que teve a potência elevada de 370 cv para 410 cv (de 5.230 a 7.000 rpm) graças à adoção de mais um turbocompressor e de acertos nos sistemas Valvetronic e Vanos dos comandos de válvulas. O torque máximo passou de 47,4 kgfm para 56 kgfm (entre 2.350 e 5.230 rpm).

Conectado a uma transmissão automatizada de dupla embreagem e sete marchas (e tração traseira), o propulsor leva o M2 Competition aos 100 km/h em 4,2 segundos (0,1 segundo mais rápido que o M2 convencional) e atinge os 280 km/h de velocidade máxima com o pacote de desempenho M Driver.

Para tornar a condução mais desafiadora, o esportivo possui uma função mais permissiva do controle eletrônico de estabilidade, que entra em ação após um pequeno deslizamento das rodas traseiras – ideal para o uso em pista fechada.

A BMW ainda fez mudanças nos radiadores do motor e da transmissão, na caixa da direção elétrica e nos componentes da suspensão. Os freios ganharam discos maiores, de 400 milímetros de diâmetro nas rodas dianteiras e 380 mm nas traseiras.

O pacote de equipamentos de série inclui seis airbags, controles de estabilidade e tração, rodas de 19 polegadas, faróis full LED adaptativos com acendimento automático, sensor de chuva, central multimídia compatível com os sistemas Android Auto e Apple CarPlay, sistema de som Harman Kardon, câmera de ré, sistema start-stop, entre outros.

Os compradores do BMW M2 Competition ainda ganharão um voucher pessoal do curso de pilotagem em pista BMW M Intensive Training. Com vagas limitadas, as aulas são ministradas na Europa ou Estados Unidos, em alemão ou inglês, respectivamente. Segundo a BMW, os custos de organização, logística, hospedagem e alimentação são por conta do cliente – o voucher, pessoal e intransferível, dá direito apenas à participação no treinamento. Os tickets são válidos até 2021 para veículos adquiridos ainda em 2018.

Fotos: Divulgação