Depois de praticamente revelar todo o visual do T-Cross, a Volkswagen praticamente acabou com os mistérios a respeito do SUV do Polo. Um grupo de jornalistas foi convidado para dirigir o modelo pela primeira vez, ainda com camuflagem. No entanto, o mais interessante está nas informações reveladas.

O T-Cross será equipado com o motor 1.0 TSI com 128 cv e 20,4 kgfm de torque quando abastecido com etanol e opções de câmbio manual ou automático, além do motor 1.4 TSI com 150 cv e 25,5 kgfm de torque também com o combustível vegetal. No último caso, o câmbio será sempre automático.

A versão nacional do T-Cross será fabricada em São José dos Pinhais (PR) a partir de janeiro de 2019, mas será revelada ao público durante o Salão do Automóvel de São Paulo, em novembro. O modelo deve chegar às ruas brasileiras entre fevereiro e abril do ano que vem para colocar a Volkswagen no segmento dominado por Honda HR-V, Jeep Renegade, Nissan Kicks, entre outros, custando entre R$ 80 mil e R$ 100 mil.

Por falar em rivais, o comprimento do modelo também foi divulgado, são 4,19 metros, pouco a mais que os 4,05 metros do Polo e bem menos que os principais do segmento: Honda HR-V e Nissan Kicks (4,29 m), Hyundai Creta (4,27 m) e Jeep Renegade (4,24 m). No entanto, o entre-eixos será de 2,69 metros, maior que qualquer um dos rivais de categoria. Para aproveitar melhor o espaço, os bancos poderão correr até 15 cm, de acordo com a Volkswagen. O porta-malas terá espaço para 455 litros (pelo menos na versão europeia) com os bancos na posição normal e 1.281 litros rebaixados.

Na Europa, o modelo contará com o painel digital de 8 polegadas mostrado em Polo e Virtus, 4 portas USB, carregamento de celulares por indução e som Beats. Por lá também haverá itens como Front Assist e Lane Assist, que monitoram o tráfego à frente e as mudanças inesperadas de faixas, respectivamente.

A dianteira é bem próxima ao conceito T-Cross Breeze, enquanto a lateral é marcada por uma grande coluna C, enquanto a traseira foi a maior surpresa do modelo, uma vez que contará com lanternas de leds unidas por um elemento que percorre toda a tampa do porta-malas.