A Ferrari 250 GTO vendida por US$ 38 milhões em 2014 deverá perder o posto de modelo mais caro já leiloado. Isso porque uma outra unidade da 250 GTO de 1962 será leiloada pela empresa RM Sotheby’s e teve o valor mínimo estimado de US$ 45 milhões (cerca de R$ 169 milhões em uma conversão simples). O leilão acontecerá entre os dias 24 e 25 de agosto na cidade de Monterey, na Califórnia.

O modelo 250 GTO tão desejado pelos colecionadores teve apenas 36 unidades fabricadas entre 1962 e 1964 e possui um histórico de sucesso nas pistas de corrida.

A 250 GTO que será leiloada em agosto tem o chassi número 3413 GT e foi o terceiro exemplar a ser produzido. O seu primeiro proprietário foi Edoardo Lualdi-Gabardi, que levou o carro para disputar 10 corridas em 1962. Em seguida passou pelas mãos de Gianni Bulgari e nas décadas seguintes teve outros donos até chegar a Dr. Greg Whitten, ex-chefe da Microsoft.

Imagens: Divulgação