Motoristas profissionais precisam ficar ainda mais atentos com a manutenção do veículo, seja ele carro, moto, ônibus ou caminhão. Se você utiliza o veículo como ferramenta de trabalho para transportar pessoas ou cargas as dicas do Cesvi (Centro de Experimentação de Segurança Viária) podem ajudar. 

A primeira orientação para garantir a segurança do veículo é que o condutor mantenha uma rotina semanal de inspeção. Ao contrário do que muita gente pensa, isso pode ser feito em poucos minutos antes de sair com o veículo. São poucos itens que o motorista precisa checar.

  • Pneus: A recomendação é que a pressão dos pressão, incluindo a do estepe, seja conferida todas as semanas. A calibragem correta evita o desgaste precoce e também permite detectar irregularidades no alinhamento do veículo, o que contribui para um melhor aproveitamento do consumo de combustível.
  • Sistema de iluminação: Muitos veículos possuem alerta de lâmpadas queimadas. Caso o seu não tenha, basta fazer uma simples inspeção visual.
  • Níveis dos reservatórios: Poucos minutos dedicados a uma olhada no nível dos líquidos evita muita dor de cabeça.
  • Vazamentos: Para fazer essa checagem verifique se há gotejamento no solo e aproveite para conferir o conjunto motriz.
  • Ar-condicionado: É importante verificar as condições do filtro anti-pólen e fazer a higienização do sistema de circulação.
  • Manutenção: Para economizar, esteja atento às peças passíveis de troca de acordo com sua utilização por quilômetro rodado. Além de manter o sistema todo confiável, isso ajuda a evitar despesas maiores e a economizar combustível.

Saúde no trânsito
Você sabia que passar longos períodos na direção pode desencadear LER (lesão por esforço repetitivo) no motorista? Além disso, outros fatores como ruído, poluição, temperatura elevada e falta de ventilação também podem causar problemas à saúde do motorista profissional.

Assim como a manutenção do seu veículo é importante, procure acompanhamento médico sempre que possível. E, falando em cuidados com a saúde, atente-se ao tempo que você passa dirigindo sem intervalo. Recomenda-se que, a cada duas horas, ou quando surgir a necessidade, o motorista faça pausas para se recompor. Isso deve incluir alongamento e relaxamento, alimentação saudável e hidratação.

Imagens: Divulgação