A Volkswagen confirmou há um mês que Gol e Voyage ganharão transmissão automática e um leve retoque visual ainda em 2018, mas não revelou a data exata da chegada dos modelos com essas novidades. Mas o flagra enviado por um leitor, que pediu para não ser identificado, mostra que o lançamento da dupla está bem próximo – provavelmente no começo do segundo semestre.

Um protótipo do Voyage automático foi flagrado rodando sem disfarces na região da fábrica da Volks em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, revelando que a mudança visual ficará limitada à adoção do para-choque da picape Saveiro. A peça, com desenho diferente na região dos faróis de neblina, é a mesma usada no Gol Track.

A principal novidade será mesmo a transmissão automática de seis marchas e conversor de torque fornecida pela empresa japonesa Aisin, que substitui a caixa automatizada I-Motion.

É provável que o novo câmbio seja disponibilizado com o motor EA111 1.6 de 8 válvulas de 104 cv de potência ainda usado na família Gol, deixando a aplicação da transmissão automática com o moderno MSI 1.6 de 16 válvulas de 120 cv para os modelos Polo e Virtus, vendidos nessa configuração na Argentina e Uruguai (foto abaixo).

Com a oferta do câmbio automático, o Voyage ganha sobrevida para encarar os rivais da categoria que já oferecem esse tipo de transmissão, como Chevrolet Prisma, Toyota Etios Sedan, Hyundai HB20S, Nissan Versa e o novato Fiat Cronos.

Em 2020, a atual geração de Gol e Voyage será substituída por modelos derivados de uma versão simplificada da plataforma MQB-A0 do Polo. O novo será o novo carro de entrada da marca na América do Sul – inclusive substituindo o up!, que tem futuro incerto até mesmo no mercado europeu.