A Volkswagen segue a renovação de seu portfólio oferecendo o Passat 2018 apenas na versão topo de linha Highline, complementando o bom pacote de equipamentos de série com a nova central multimídia Discovery Pro com tela de 9,2” e comandos por gestos. Apesar da novidade, o sedã teve o preço reduzido em R$ 13.510, passando a custar a partir de R$ 164.620.

Os únicos opcionais disponíveis são o teto solar elétrico (R$ 5.370) e as pinturas metálicas (R$ 1.750) e a perolizada preto Mystic (R$ 2.500). Uma parceria da Volkswagen com a Inbra Blindados ainda disponibiliza a blindagem Nível III-A por R$ 58.300 sem interferir na garantia de três anos do carro.

Sem mudanças visuais, o Passat Highline 2018 mantém de série o piloto automático adaptativo, a frenagem automática ao detectar colisão, os faróis full LED, o ar-condicionado de três zonas, o painel digital com tela TFT de 12,3 polegadas configurável, os bancos dianteiros com regulagem elétrica e aquecimento (o do motorista possui massageador), chave presencial, seis airbags e as rodas de 18”.

Fabricado na Alemanha sobre a plataforma modular MQB, o sedã mede 4,76 metros de comprimento, 1,83 m de largura, 1,47 m de altura e 2,79 m de distância entre-eixos. O porta-malas acomoda 586 litros de bagagem.

A motorização de quatro cilindros 2.0 turbo a gasolina de 220 cv de potência e 35,7 kgfm de torque foi mantida. Combinado ao câmbio automatizado DSG de seis marchas e dupla embreagem, o propulsor leva o Passat aos 100 km/h em 6,8 segundos e à velocidade máxima de 246 km/h.

Fotos: Divulgação