A Volkswagen apresentou nesta segunda-feira (22) o seu novo produto global: sedã o Virtus. A configuração três-volumes da nova geração do Polo chega em primeira mão às lojas brasileiras em fevereiro custando a partir de R$ 59.990.

No Brasil, o Virtus terá três versões: 1.6 MSI (R$ 59.990), Comfortline 200TSI (R$ 73.470) e Highline 200TSI (R$ 79.990). A primeira é equipada com o motor 1.6 16V aspirado, que rende 110 cv de potência com gasolina ou 117 cv com etanol, e câmbio manual de cinco marchas. As versões Comfortline e Highline levam sob o capô o 1.0 TSI, com turbo e injeção direta, de até 116/128 cv (gasolina/etanol) e transmissão automática de seis velocidades. Por ser maior e mais pesado que o Polo, o Virtus não é oferecido com o motor 1.0 MPI aspirado de 84 cv.

O Virtus é produzido desde o final do ano passado na Fábrica da Rodovia Anchieta, em São Bernardo do Campo (SP), graças a um investimento de R$ 2,6 bilhões – parte do orçamento de R$ 7 bilhões previsto para a renovação da linha de produtos da Volkswagen no Brasil até 2020.

Medindo 4,48 metros de comprimento, o Virtus é um dos maiores entre os seus concorrentes diretos. Como base de comparação, ele é 42,5 centímetros mais comprido do que o novo Polo, também desenvolvido sobre a plataforma modular MQB-A0. A distância entre-eixos de 2,65 metros do Virtus é exatamente a mesma do Jetta atual (8,6 cm a mais do que a do Polo, que já tem uma das cabines mais amplas do seu segmento). A altura de 1,46 m do Virtus é 4 mm superior à do Polo, enquanto a largura é idêntica: 1,75 m. O porta-malas comporta 521 litros (221 litros a mais que o hatch).

Todas as versões são equipadas de série com quatro airbags (dois frontais e dois laterais), Isofix, freios com ABS, direção elétrica, ar-condicionado, vidros elétricos nas quatro portas (os dianteiros possuem função “um-toque” para fechamento e abertura), travas elétricas e chave tipo “canivete” com controle remoto. Também estão incluídos o computador de bordo, para-sóis iluminados para o motorista e passageiro, tomada de 12V no console central, suporte para celular no painel com entrada USB para carregamento, regulagem de altura para o banco do motorista, entre outros

Confira os itens de série e opcionais de cada versão:

Virtus 1.6 MSI (R$ 59.990): a versão de entrada possui dois pacotes de opcionais: Connect (inclui sistema multimídia Composition Touch, volante multifuncional, sensores de estacionamento traseiros, controle eletrônico de estabilidade e roda de liga leve de 15” modelo Scimitar com pneus de medidas 195/65 R15) e Safety (adiciona controle de tração, bloqueio eletrônico do diferencial e auxílio de partida em rampa.

Virtus Comfortline 200TSI (R$ 73.470): adiciona o banco traseiro bipartido, volante multifuncional com ajustes de altura e distância, controle de estabilidade, faróis de neblina com função “cornering light” (iluminação de curvas), sistema multimídia Composition Touch com tela de 6,5” sensível ao toque, rodas de liga leve de 15”, sensores de estacionamento traseiros, ajuste elétrico dos retrovisores externos, descanso de braço dianteiro com porta-objetos, lanternas traseiras escurecidas.

A configuração intermediária também conta com dois pacotes de opcionais. O Tech I inclui chave presencial com botão de partida do motor no console central, controle de cruzeiro, sensores de estacionamento dianteiros, retrovisor interno anti-ofuscante, volante multifuncional com borboletas para trocas de marchas, sensores de chuva, faróis com acendimento automático com função “coming/leave home” e rodas de liga leve de 16” modelo Nick com pneus 205/55 R16. O pacote Tech II adiciona ao anterior indicador de pressão dos pneus, ar-condicionado digital Climatronic, sistema “s.a.v.e” de divisão do assoalho do porta-malas com rede porta-objetos, porta-luvas refrigerado, câmera traseira, detector de fadiga, sistema de frenagem automática pós-colisão, volante multifuncional revestido de couro e detalhes em preto brilhante na cabine.

Virtus Highline 200TSI (R$ 79.990): a variante topo de linha soma aos itens de série da Comfortline 200TSI a chave presencial, o controle de cruzeiro, o ar-condicionado digital, o banco do passageiro com rebatimento para a frente, descanso de braço dianteiro com porta-objetos, porta-luvas refrigerado, faróis de neblina com função “cornering light” e iluminação diurna em LED, rodas de liga leve de 16”, volante multifuncional revestido de couro e detalhes em preto brilhante na cabine.

O Virtus Highline 200TSI oferece três pacotes de opcionais, sendo que o primeiro conta apenas com revestimento dos bancos em couro sintético Native. O Tech High inclui sensores de estacionamento dianteiro, indicador de pressão dos pneus, sistema “s.a.v.e” de divisão do porta-malas, antena “tubarão”, câmera de ré, detector de fadiga, espelho retrovisor anti-ofuscante, faróis com acendimento automático e função coming/leaving home, sistema de frenagem pós-colisão, sensor de chuva e sistema de multimídia Discover Media com tela de 8″. O pacote Technolog adiciona ao anterior o painel digital Active Info Display e as rodas de liga leve de 17” modelo Razor com pneus 205/50 R17.

O Volkswagen Virtus chega ao mercado brasileiro com garantia de fábrica de três anos (sem limite de quilometragem) e estará disponível em sete cores: Preto Ninja, Branco Cristal e Vermelho Tornado (sólidas) e Cinza Platinum, Azul Night, Prata Sirius e Prata Tungstênio (metálicas).

O Carsale participa do evento de lançamento do novo Volkswagen Virtus e publicará as impressões ao volante, e outras informações, oportunamente.

Fotos: Divulgação