A Hyundai apresentou no Salão de Detroit a segunda geração do Veloster. O modelo que causou polêmica no Brasil promete enterrar a má fama graças às novas motorizações disponíveis nos Estados Unidos. As versões de entrada do hatch serão equipadas com um novo motor 2.0 aspirado de 149 cv de potência.

Já a versão esportiva N levará sob o capô um 2.0 turbo que entrega nada menos que 278 cv e 36 kgfm de torque. A transmissão é manual de seis velocidades.

Em termos visuais, o Veloster está mais agressivo e ostenta a nova identidade da marca, mantendo a carroceria com três portas. O Veloster 2019 ficou 2 centímetros mais longo e 1 cm mais largo, além de 1,5 cm mais espaçoso para os passageiros do banco de trás

No interior, o novo Hyundai Veloster vem com central multimídia de oito polegadas com Android Auto e Apple Car Play. A cabine tem também câmera de ré, carregamento sem fio para dispositivos móveis, entre outros itens.

Fotos: Divulgação